Pé na Estrada

Lagoa Santa

Avaliação

Movida pela religiosidade de seu povo, Lagoa Santa teve a origem do seu nome no valor curativo da água da lagoa. Na cidade, é possível admirar as singelas igrejas, caminhar e observar os relevos da localidade e se deliciar com a comida mineira.

Lagoa Santa se tornou conhecida pela descoberta dos primeiros restos do homem americano, que viveu na região há 25 mil anos. Entre as personalidades, está o cientista dinamarquês, Peter Lund, que morou na cidade mais de 40 anos e marcou época com suas descobertas. Suas pesquisas resultaram num rico catálogo compondo aproximadamente 120 espécies de fósseis e 94 de fauna somente das grutas.

O grande exemplar da empreitada científica de Dr. Lund, a gruta da Lapinha, tornou-se a maior atração turística de Lagoa Santa. Com uma profundidade de 40m, a gruta possui 511m de extensão. Só quem a visita compartilha da exclamação do cientista: "Nunca meus olhos viram coisa tão bela e magnífica nos domínios da natureza e da arte", disse Lund quando encontrou a gruta em 1835. Outro lugar que vale a pena ser visitado em Lagoa Santa é o Morro do Cruzeiro, o ponto mais alto da cidade, de onde se avista a lagoa, as serras e uma parte de Belo Horizonte.

Veja também

  • Reportar erro

    Atenção

    Confirme as informações antes de sair, pois os horários, preços e formas de pagamento podem ser alterados sem aviso prévio.