Matérias

Geração de empregos nos pequenos negócios já supera expectativa de 2018

Segundo levantamento do Sebrae, com dados do Caged, em outubro foram criadas mais de 64,6 mil vagas

Redação Sou BH - 05/12/18 as 09:20 - Atualizado em 05/12/18 as 09:19

Mulher é contratada e aperta mãos do chefe
Foto: Djrandco/Shutterstock.com

Especial publicitário - Este material é patrocinado*

A geração de empregos nos pequenos negócios, nos últimos dez meses, já superou a expectativa para todo o ano, com a criação de 64.696 novos postos de trabalho em outubro, atingindo a marca de 650,4 mil vagas em 2018. O saldo positivo nas micros e pequenas empresas foi registrado em todas as regiões do país.

Conforme levantamento do Sebrae com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), os números representam 80% dos empregos gerados no Brasil, cinco vezes mais que as médias e grandes corporações que extinguiram 6.610 vagas em outubro.

“Temos acompanhado de perto a força empregadora das micros e pequenas empresas, que, mesmo num cenário de mudanças na condução política do país, continuam gerando vagas. Neste cenário, é importante que o novo governo direcione ações para as MPEs e implemente melhorias no ambiente de negócios”, analisa o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

Com o resultado, a previsão é de que os pequenos negócios fechem 2018 com um saldo entre 550 mil e 600 mil empregos, o maior dos últimos três anos. De janeiro a outubro de 2018, os pequenos negócios geraram um volume de postos 31,2% acima do total gerado pelos empresários de mesmo porte no mesmo período de 2017.

Os pequenos negócios do setor de serviços, mais uma vez, foram o destaque, com a abertura de mais de 30 mil vagas em outubro. No comércio foram criados 28,6 mil novos postos, enquanto na construção civil o saldo positivo foi de 5.990 vagas. Na indústria, foram 8.523 novas contratações.

No acumulado de 2018 até outubro, a geração de empregos foi sustentada pelos pequenos negócios de serviços, que responderam pela criação de 374,7 mil novos postos de trabalho no país, 58% do total de empregos gerados neste ano.

O segundo setor com melhor desempenho foi a construção civil, tendo registrado saldo acumulado de 102 mil empregos em 2018. As micros e pequenas empresas de São Paulo puxaram a geração de vagas em outubro de 2018, criando quase 16 mil postos de trabalho. No entanto, todas as regiões do país registraram saldos positivos de empregos nesse mês, destacando-se a região Sudeste (24,1 mil) e Sul (20,1 mil).

*O conteúdo é de responsabilidade do anunciante

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Outras Matérias