Matérias

9º Edição do VAC apresenta mais de 40 atrações

O festival acontece entre os dias 9 de janeiro e 12 de fevereiro

Redação Sou BH - 09/01/15 as 16:01 - Atualizado em 14/01/15 as 17:49

Verão Arte Contemporânea inicia hoje, 9, com mais de quarenta atrações
Verão Arte Contemporânea, VAC, inicia hoje, 9, com mais de quarenta atrações Foto: Bruno Magalhães

Verão Arte ContemporâneaVAC,  acontece em BH, pela nona vez, trazendo mais de quarenta atrações que envolvem a dança, teatro, música, arquitetura, artes plásticas e cênicas para o público da capital. Entre os dias 9 de janeiro e 12 de fevereiro os equipamentos de arte da  cidade, museus e espaços culturais recebem as atrações que terão entradas a preços populares ou franca.

Como sempre, o VAC mantém como propósito ser um evento pautado na diversidade da manifestação artística, no qual a pluralidade de informações culturais é expressa em sua essência.  Sendo assim, grupos de diversas áreas da arte levantam questões que sensibilizam o público, enriquecendo e ampliando a relação dele com a arte.

arquitetura será representada no VAC por meio do evento “Tecnopolíticas, Democracia e Urbanismo Tático”. Trata-se de um seminário e workshop que pretende reunir um grupo de profissionais e pesquisadores interessados na investigação e na aplicação das tecnologias digitais de comunicação aos processos de produção do espaço urbano.  A presença do urbanista italiano Demenico di Siena abrilhanta a discussão.

Dentro do Memorial Minas Gerais Vale o VAC conta com a exposição de Daniel Bilac, Marina RB e Walter Gam que contempla a programação das Artes Visuais do festival.  O Anexo da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa terá o seu tapume pintado pelo artista Eduardo Fonseca e o Coletivo Pópôcô. O público poderá acompanhar o processo de produção da pintura do mural que ficará exposto até março deste ano. O Verão nos Ateliês, que acontece desde 2013 no VAC , visitará o espaço de trabalho de Leo Brizola e Cesarmaurício.

No Cinema, o VAC fez uma parceria com o Cine Belas Artes e apresenta o canadense Watermark (Marca D’água). Além desta parceria, o VAC conta com “VI Mostra de Cinema: Cultura, Arte e Poder”, que está sendo exibida no cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, e no cinema Professor José Tavares de Barros, no Sesc Palladium.

A dança terá sua casa no CCBB com apresentações de performances, hip hop e instalação. O Teatro João Ceschiatti do Palácio das Artes, o Teatro Oi Futuro Klauss Vianna, o Memorial Minas Gerais Vale e o Teatro Bradesco também receberão espetáculos de dança.

No Restaurante Popular do Barreiro acontecerá um Festival Gastronômico que une a equipe do referido local com os chefs da Associação Mineira de Gastronomia, A.M.I.G.A. Serão 22 chefs trabalhando no Festival Gastronômico.

O Memorial Minas Gerais Vale receberá um sarau de literatura com a poetisa Angélica Freitas indicada ao Prêmio Jabuti. A Casa Una recebe o Mini Salão de Moda onde será montado um bazar de produtos de estilistas que tiverem seus trabalhados submetidos à curadoria do evento.

O projeto Plateia – Escola de Espectadores faz parte das atrações teatrais do VAC. O objetivo é proporcionar uma forma diferente de interação dos artistas por meio de debates. Todas as atrações teatrais terão mediação de um artista da área que vai promover um diálogo entre público e companhia teatral.  As peças serão apresentadas no CCBB, Oi Futuro Klauss Vianna e Grande Teatro do Sesc Palladium. No Galpão Cine Horto será comemorado, por meio de um Oficinão, os 80 anos do ator, diretor e dramaturgo, João das Neves, que dirigirá a peça Madame Satã com artistas do Grupo do Dez. A exposição que está no Museu Hitórico Abílio Barreto3º Sinal: Belo Horizonte em Cena, também faz parte do VAC.

O projeto Verão nos Museus, que acontece nestes espaços da capital desde 2012, será mantido durante o VAC.

Outras Matérias