FecharX

Vacina da gripe será aberta à população em geral a partir de segunda-feira

Em Minas Gerais, até o momento, cobertura vacinal está em 86,7%


Créditos da imagem: Marcus Ferreira
Main vacina marcus ferreira
Agência Minas
31/05 às 10:58
Atualizado em 31/05 às 11:05

A partir de segunda-feira (3/6), as doses restantes da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe estarão disponíveis para toda a população em todo o Brasil, conforme orientação do Ministério da Saúde. A Campanha, que começou no dia 10 de abril tem como meta vacinar 90% dos grupos prioritários. Em Minas Gerais, a cobertura vacinal até o momento está em 86,7%. O estado tem cerca de 4.100 postos de vacinação em funcionamento.

Público-alvo

Entre os grupos prioritários, estão as crianças na faixa etária de seis meses a menores de seis anos de idade (cinco anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, professores de escolas públicas e privadas, indígenas, indivíduos com 60 anos ou mais de idade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, pessoas portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, policiais civis, policiais militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

A escolha do público prioritário no Brasil segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. São priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Gripe em Minas

Em 2019, até o momento, já foram confirmados 56 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados pelo vírus da Influenza (gripe). Desses casos, quatro evoluíram para o óbito. As mortes, que estão associadas ao vírus Influenza A (H1N1), ocorreram nos municípios de Belo Horizonte (2), Juiz de Fora (1) e Andrelândia (1).

Comentários