FecharX

Marcha mundial da endometriose acontece neste sábado em BH

No Brasil, outras 19 cidades também participam do movimento para conscientizar as mulheres sobre a doença


Créditos da imagem: siam.pukkato/Shutterstock.com
Main shutterstock 713425027
Camila Saraiva
29/03 às 17:44
Atualizado em 29/03 às 18:15

A endometriose é uma doença que afeta seis milhões de mulheres no Brasil, segundo a Associação Brasileira de Endometriose e Ginecologia Minimamente Invasiva. Para alertar sobre os cuidados com a saúde feminina, 70 países vão participar, neste sábado (30) de uma marcha mundial de conscientização. Em BH, o evento será na Praça da Liberdade, em frente ao palácio, a partir das 9h. 

A doença tem como sintomas cólicas fortes durante a menstruação, dores pélvicas, dores durante o ato sexual e dificuldade para engravidar. Atualmente a endometriose é uma das principais causas de infertilidade nas mulheres. “A doença é causada pela presença do tecido do endométrio que não é eliminado na menstruação. Normalmente as mulheres menstruam para dentro dois dias, só que algumas não têm capacidade de destruir esse material e aí surge a endometriose”, explica o ginecologista e obstetra Jorge Safe, que trata pacientes há mais de 50 anos. 

Segundo o médico, a doença é muita antiga, mas hoje em dia como as mulheres retardam a gravidez, o problema está se agravando, por isso a incidência aumentou. O tratamento pode ser feito com medicamentos ou cirurgia, mas cada caso deve ser avaliado pelo médico. 

A marcha faz parte da campanha Março Amarelo que tem o objetivo de conscientizar as mulheres a conhecer a doença, ficar atentas aos sintomas e procurar um especialista aos primeiros sinais de suspeita.

Tags:
  • cuidados
  • marchamundial
  • mulher
  • endometriose
  • saude
Comentários

Comentários