FecharX

Iniciativa busca ajudar moradores de periferias da capital mineira

Organizações de Belo Horizonte se juntaram para tentar minimizar os problemas da pandemia de coronavírus nas comunidades


Créditos da imagem: Tiago Jonathan
Main destaque credito pedreirapradolopes fototiagojonathan
Redação Sou BH
21/05 às 15:00
Atualizado em 21/05 às 15:00

Hoje as favelas do Alto Vera Cruz e Pedreira Prado Lopes somam juntas cerca de 60.000 mil moradores e uma média de 15.000 mil famílias que vivem nestas regiões, onde ainda existe falta de acesso e recursos essenciais para viver com dignidade.

 

Buscando auxiliar as famílias dessas localidades a enfrentar esse momento e amenizar os impactos causados pelo novo coronavírus, a DesignThinkers Social, a ONG Meninas de Sinhá e a Casa de Caridade Pai Jacob do Oriente se mobilizaram em uma rede ativa para distribuir cestas básicas, kits de higiene e realizar ações que ajudem a diminuir esses impactos, através da Rede de Proteção Social. Os parceiros Pai Manoel de Aruanda, Amig@s do Alto Vera Cruz e doadores também se juntaram a causa.


A Rede está cadastrando famílias em situação de vulnerabilidade (que perderam o emprego e não tem meios de subsistência) no Aglomerado Alto Vera Cruz, região Leste, Belo Horizonte e no Aglomerado Pedreira Prado Lopes, Vila Senhor dos Passos, Lagoinha, região Noroeste de Belo Horizonte.


Para isso, a ajuda da população é necessária, com a doação de qualquer valor que puder, que será utilizado para ajudar famílias em condição de vulnerabilidade. Todo processo de captação, compra dos itens e distribuição, será ao final de cada etapa compartilhado com os envolvidos, para que possam acompanhar e entender a importância da sua contribuição.

 

Para mais informações e se quiser doar cestas básicas avulsas e insumos entre em contato: designthinker.social@gmail.com | Referência - Fred Maciel (31) 9 97069378.

Tags:
  • periferias
  • covid-19
  • ajuda
  • sou bh
Comentários

Comentários