FecharX

Horário de verão altera relógio biológico

Dicas para não sofrer com a mudança de horários



Créditos da imagem: Banco de imagens
Main 163213 horario de verao
Exercícios físicos ajudam no ajuste do corpo durante o novo horário
Redação Sou BH
21/10/14 às 14:32
Atualizado em 01/02/19 às 18:01

Algumas pessoas adoram. Outras detestam. O horário de verão começou no dia 19 de outubro em dez estados brasileiros. A medida fez com que os relógios fossem adiantados em uma hora nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste para reduzir o consumo de energia. Além da economia, a mudança pode impactar no organismo das pessoas.

Segundo o médico Múcio Leão Pessoa de Castro, do Blog Saúde e Bem Estar, o corpo funciona de acordo com o meio ambiente e não com os relógios. Então, quando há a diminuição de uma hora no dia, o relógio biológico pode ficar desregulado.

Idosos e pessoas que sofrem de insônia, ou tem o sono leve, podem sentir seus problemas acentuados no início do horário de verão. Quem sofre de enxaqueca também pode sofrer mais nas primeiras semanas. Os principais efeitos colaterais dessa mudança são a falta de concentração, irritação e problemas para se relacionar com as pessoas, alterações no hábito alimentar e principalmente dificuldade para dormir.

Para quem tem problemas com o horário de verão existem algumas recomendações para amenizar os efeitos da mudança. Veja as dicas:

  • Uma semana antes do começo do horário, comece a dormir 10 minutos mais cedo todos os dias, assim quando o horário mudar, o relógio biológico dela já estará mais acostumado. 
  • Uma boa noite de sono em um ambiente calmo e escuro é ideal.
  • Tenha um jantar leve e pratique exercícios físicos durante o dia.

Vale lembrar que a tendência natural do corpo é ir se acostumando a mudança de horário.

Comentários