FecharX

Excesso de uso de celular aumenta problemas ortopédicos

Coluna e pescoço são as áreas mais impactadas com a utilização do aparelho


Créditos da imagem: Akhenaton Images / shutterstock.com
Main 183031 shutterstock 715081060
Redação Sou BH
02/01 às 10:36

O número de pessoas com problemas de coluna, principalmente nas vértebras cervicais, localizadas no pescoço, cresceu nos últimos anos. Uma das causas, segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), é o uso do celular em postura inadequada. O smartphone, que já substituiu em grande parte o computador, pode ser tornar um inimigo quando utilizado de forma incorreta. 

O problema também está associado ao sedentarismo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde 81% dos adolescentes e 23% dos adultos se exercitam menos que o recomendável.

Nos consultórios, médicos têm registrado um aumento do número de pacientes com problemas tanto da coluna cervical, como torácica. O diretor de Campanhas Públicas da SBOT, Rodrigo Galinari, informa que o diagnóstico é causado devido ao uso do celular na altura da cintura, para acessar a internet. Sendo assim, as pessoas tem a tendência de manter a cabeça curvada para baixo por muito tempo e acabam forçando a coluna.

A recomendação é deixar o celular na altura dos olhos ou usá-lo apoiado, sob a mesa. Outra orientação é que o usuário faça exercícios que diminuam o efeito da posição inadequada. “O exercício mais importante é o alongamento da musculatura da coluna cervical com movimentos de flexão, extensão e rotação lateral do pescoço”, explica o diretor.

Comentários