FecharX

Estudo da UFMG mostra crescimento do uso contínuo de vários remédios em Minas

O consumo frequente de cinco ou mais medicamentos tem sido comum antes mesmo da terceira idade


Créditos da imagem: Arquivo/Agência Brasil
Main medicamentos 0
Redação Sou BH
29/04 às 09:00
Atualizado em 29/04 às 09:00

Uma pesquisa da Faculdade de Medicina com usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) mostra que o consumo de medicamentos tem crescido em Minas Gerais e alcançado pessoas mais jovens.  Segundo o estudo, 82% das pessoas entrevistadas usaram ao menos um medicamento nos 30 dias anteriores ao levantamento. Desses, 14% consumiram cinco ou mais medicamentos.

Se essa prática ainda é mais comum entre pessoas idosas, devido à maior fragilidade fisiológica e clínica, já não é mais exclusiva dessa faixa etária. O estudo identificou que 16,6% dos adultos com idade acima dos 45 anos consomem cinco ou mais medicamentos. Apesar de doenças crônicas serem mais prevalentes entre os idosos, “observamos que elas estão ocorrendo mais cedo devido aos hábitos de vida da população”, comenta a autora da pesquisa, Thaís de Abreu Moreira.

Ela explica que a dissertação identificou seis doenças crônicas não transmissíveis associadas ao consumo frequente dos medicamentos. Acidente vascular cerebral (AVC) foi a que apresentou ligação mais forte, seguida de diabetes.

Tags:
  • mg
  • minas gerais
  • ufmg
  • medicamentos
  • remédios
  • polifarmácia
  • saúde
Comentários

Comentários