FecharX

Empresária mineira vai se casar com ela mesma na capital

A cerimônia, que acontece no próximo domingo, vai ter direito a vestido de noiva, festa e tudo que se espera de uma festa tradicional de casamento


Créditos da imagem: Bitar e Paiva Fotografia
Main jussara 2
Déborah Rodrigues *
22/05 às 20:25
Atualizado em 23/05 às 15:03

O casamento, além de uma cerimônia especial, é um rito de passagem que celebra o amor. E por que não expressar esse sentimento puro e genuíno numa cerimônia consigo mesmo? Foi o que pensou a empresária Jussara Dutra Couto, de 38 anos, que vai promover um casamento sologâmico, neste domingo (26).

Jussara conta que, de início, nem imaginava que isso era comum. Depois de fazer uma pesquisa na internet, descobriu que esse estilo de casamento é novidade no Brasil, mas já acontece com frequência em outros países. A mineira, que tem uma empresa de assessoria de casamentos e está no ramo há mais de 20 anos, decidiu fazer a cerimônia depois de conversar com uma amiga sobre como estava feliz e se descobrindo. "Eu falei com ela que estava me sentindo tão bem que queria casar comigo mesma. Aí, ela me disse: 'que ideia incrível, vamos colocar em prática' ", conta.

A partir daí, ela decidiu fazer acontecer e começou os preparativos. Jussara marcou a data e mandou um convite, sem muitos detalhes, para os convidados. Apenas os mais próximos da família sabiam o que ia acontecer. "Meus convidados só foram saber que se tratava de um casamento esta semana."

Sobre as reações, ela revela que as pessoas que a conhecem bem, como a filha de 21 anos, os primos e os amigos mais jovens, ficaram muito felizes e apoiaram bastante. Já os mais velhos, tiveram um pouco de dificuldade de compreender. 

Cerimônia

De acordo com a empresária, a cerimônia será um festa tradicional de casamento com alguns elementos bem comuns. Ela vai usar vestido de noiva, buquê, pajens, e claro, fazer uma festa. Alguns elementos tradicionais, no entanto, não vão fazer parte do casamento de Jussara, como os padrinhos e a aliança.

Outra diferença vai ser a entrada invertida. A filha da noiva vai sair do altar e caminhar até a mãe para entregar seu buquê, para que ela entre sozinha. Já votos serão feitos em frente a um espelho. Depois, os convidados, que também vão ter um espelho, vão fazer um momento de reflexão sobre o amor próprio e autossuficiência. 

Por trabalhar no ramo há muitos anos, vários parceiros compraram a ideia da noiva e ela ganhou tudo de presente: do sapato a festa. A cerimônia vai acontecer numa praça, no bairro Santa Lúcia, e a comemoração num restaurante vizinho. Ao todo, serão 100 convidados.

Eu Comigo Eventos

A conversa com a amiga rendeu mais do que um casamento para Jussara. Ela e Daniela Cerqueira se empolgaram tanto com o projeto que, hoje, são sócias na empresa Eu Comigo Eventos. Juntas, elas auxiliam quem quer seguir o exemplo da empresária e preparam cerimônias para todos os públicos.

A dupla já tem quatro clientes interessados em serem os únicos protagonistas do próprio casamento. "Foi uma ideia minha e da minha sócia e esse sentimento que eu tenho é muito bom e acho todo mundo deveria ter. Esse negocio de amor próprio... por que a gente não aprende antes? O que gente doa, a gente precisa ter. Nós queremos conseguir passar para as pessoas um pouquinho disso, pra ver se a chama acende e inspira."

*sob supervisão da editora-chefe, Érika Gimenes

Comentários