FecharX

BH terá centros de atendimento exclusivo para pacientes com dengue

Primeira unidade deve ser aberta nesta sexta-feira


Créditos da imagem: Mariana Poblet/PBH
Main cad mariana poblet
Camila Saraiva
25/04 às 16:21
Atualizado em 25/04 às 17:43

A Prefeitura de Belo Horizonte divulgou nesta quinta-feira (25) a criação de três Centros de Atendimento à Dengue (CAD) na capital. As unidades estarão no Barreiro, Venda Nova e Nordeste e vão atender, exclusivamente, a população com sintomas da doença. O primeiro CAD está previsto para ser aberto nesta sexta-feira (26) no Complexo de Saúde do Barreiro.

Neste ano, a Secretaria Municipal de Saúde já confirmou 4.185 casos de dengue em residentes da capital. Para atender a alta demanda dos hospitais públicos na cidade, a prefeitura colocou em funcionamento vários centros de saúde nos últimos sábados, criou 12 leitos no hospital Odilon Behrens e 20 no Célio de Castro, além de ativar 25 leitos para hidratação venosa de pacientes em tratamento de dengue na Unidade de Pronto Atendimento Centro-Sul.

Neste sábado (27), sete centros de saúde vão reabrir para atender a demanda da população com suspeita de dengue. “O centro de saúde tem competência para resolver as suspeitas de dengue. Não há motivo para todo mundo sair e ir para a UPA e sobrecarregá-la”, explicou o secretário de saúde, Jackson Machado.

Em relação aos investimentos na saúde, o secretário municipal de Fazenda, Fuad Noman, garantiu que não vai faltar recurso. “Praticamente 100% do que é arrecadado com IPTU de BH nós transferimos para a saúde todo ano. A prioridade que o prefeito determinou é atender as necessidades da saúde. Não faltou nem faltará recurso para a saúde mesmo que o governo do estado não repasse as suas obrigações para BH”, pontuou.

Comentários