FecharX

Artesanato é usado para socialização de pessoas com deficiência intelectual

Atividade faz parte da programação interna do CENSA Betim, que apesar da quarentena, tenta manter a rotina dos educandos



Créditos da imagem: Heberton Lopes
Main destaque   heberton lopes  6
Redação
25/06 às 11:00
Atualizado em 25/06 às 11:00

Historicamente, o artesanato é considerado uma criação humana com valores estéticos, que sintetiza emoções, os sentimentos e principalmente a cultura, tendo se tornado um meio importante para o desenvolvimento social e afetivo do ser humano. Seguindo esse raciocínio, o CENSA Betim, instituição com 55 anos de atuação e referência nacional no atendimento de pessoas com deficiência intelectual, vem apostando na arte para exercitar ainda mais a criatividade dos seus educandos durante a quarentena necessária em virtude da pandemia da COVID-19.

De acordo com a mestre em psicologia e diretora do CENSA Betim, Natália Costa, o artesanato possibilita aos educandos a oportunidade de desenvolver áreas importantes do córtex . “Através da arte é possível estimular a percepção visual, através das cores por exemplo, a percepção tátil através da escolha e manuseio dos materiais,  a intuição, a imaginação e a reflexão, permitindo assim o desenvolvimento da criatividade. O artesanato se torna uma ferramenta poderosa, principalmente durante o isolamento social, pois a arte é sempre uma ponte para se acessar a alma do indivíduo", comenta.

Os educandos do CENSA Betim produzem vários tipos de artesanato, mas o destaque fica para os bonecos e palhaços, que encantam os visitantes. Segundo Natália Costa, todos os objetos utilizados durante a produção nas Oficinas do  CENSA Betim, que agora funciona ao ar livre, passam por rigorosa higienização. No local, tudo é verificado por profissionais especializados. “Temos cuidados redobrados durante a pandemia. Além da higienização constante dos itens utilizados, as atividades são realizadas em espaços ventilados e com acompanhamento da equipe de enfermagem e cuidadores o tempo todo”, conclui.

CENSA Betim

Fundado em 1964, o CENSA Betim é um local para cuidados básicos e um espaço para ser e conviver. Sua missão é atender as necessidades da pessoa com deficiência intelectual, associada ou não a outros transtornos, e da sua família, assegurando-lhes qualidade de vida e uma educação socializadora. O CENSA Betim conta com uma equipe transdisciplinar, convênios e parcerias. Além disso, oferece uma proposta diferenciada com atividades esportivas e recreativas, escolaridade especial, equitação e oficinas de música, teatro e artesanato. Tudo isso em um ambiente familiar e integrado à natureza.

Tags:
  • sou bh
  • artesanato
  • deficiência intelectual
  • socialização
  • Criatividade
Comentários

Comentários