FecharX

Muito calor! Termômetros podem chegar a 34°C nesta semana em BH

Previsão descarta chuvas significativas para os próximos 15 dias


Créditos da imagem: Diego Marques
Main 125321 whatsapp image 2018 12 17 at 10.32.24
Redação Sou BH
08/01 às 11:38
Atualizado em 01/02 às 17:48

Os belo-horizontinos podem preparar o protetor solar, óculos escuros e muita água. Segundo a Defesa Civil de BH, a semana vai ser de calor e tempo seco, sem indicativos de chuvas para os próximos dias. Os termômetros podem chegar a 32°C nesta segunda-feira.

“Estamos com uma massa de ar quente atuando que deverá deixar a manhã ensolarada e a tarde com o céu parcialmente nublado. Na quarta (9) e na quinta-feira (10), a máxima pode atingir 34°C na capital”, revela o meteorologista do ClimaTempo Ruibran dos Reis.

A umidade do ar vai ficar abaixo de 30% no período da tarde, até quinta-feira. Apenas no fim de semana, com o aumento da nebulosidade, é que a temperatura cai para menos de 30°C.

Calor

De acordo com Ruibran, não há previsão de chegada de frente fria para os próximos 15 dias em BH e região metropolitana, por isso, a possibilidade de chuva é muito baixa nesse período. E é bom se hidratar porque na próxima semana o tempo fica ainda mais seco. “Esperamos para janeiro e fevereiro pouca chuva e muito calor”, conta Ruibran.

Cuidados

Com a previsão de altas temperaturas e baixa umidade na capital, é bom redobrar os cuidados com a pele e caprichar no protetor solar.“É recomendável que todas as pessoas, sejam elas crianças, adultos ou idosos, utilizem medidas fotoprotetoras, como filtro solar e acessórios como óculos, chapéus e roupas com proteção UV. Também é importante evitar locais abertos entre às 10h e 16h, pois nestes horários a exposição solar é mais intensa”, explica a dermatologista da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Maria de Lourdes Ribeiro de Carvalho Leite.

Segundo a médica, quem está de férias curtindo a piscina deve reaplicar o filtro solar a cada duas ou três horas ou após longos períodos de imersão na água. “Além disso, é importante lembrar que ele deve ser usado todos os dias, mesmo quando houver nuvens ou o céu estiver nublado, pois a radiação ultravioleta atravessa as nuvens”, destaca Maria de Lourdes.

Quanto mais clara for a pele, mais sensível ela será à exposição solar e maior deve ser o fator de proteção. 

Riscos de Insolação

A exposição excessiva ao sol é um problema sério que pode causar vários danos ao organismo, como desidratação, vermelhidão na pele e até queimaduras. Dependendo da extensão e/ou gravidade dessas queimaduras pode ocorrer dor de cabeça, tonturas, náuseas, febre, calafrios, taquicardia, delírio, prostração e até mesmo choque. “Apesar de esses sintomas serem mais frequentes na praia ou na piscina, também podem acontecer quando o indivíduo estiver andando pelas ruas, sob sol forte, especialmente durante o verão e em regiões quentes. Por isso, deve-se ficar atento ao surgimento dos sintomas e proteger-se do sol de maneira adequada”, orienta a dermatologista.

Comentários