FecharX

Santa Casa BH e Casa de Acolhida Padre Eustáquio participam do McDia Feliz

No próximo sábado (24), recursos arrecadados com a venda do Big Mac serão destinados ao tratamento de pacientes oncológicos


Créditos da imagem: 8th.creator / shutterstock.com
Main capa por 8th.creator
Redação Sou BH
19/08 às 12:00
Atualizado em 19/08 às 12:00

Há 30 anos, o mês de agosto é marcado pelo McDia Feliz, que reverte a venda de Big Mac para instituições solidárias. Nesta edição, o evento será no sábado (24). A Casa de Acolhida Padre Eustáquio (CAPE) é participante do evento de 2019 e já está trabalhando, com o apoio da Santa Casa BH (SCBH), para fazer da arrecadação deste ano mais um sucesso.  

A CAPE e a Santa Casa estão vendendo tíquetes antecipados (no valor de R$ 17), que poderão ser trocados pelo sanduíche Big Mac, somente no sábdo, em todos os restaurantes McDonald's do Brasil. Os tíquetes, assim como camisas especiais da campanha, podem ser adquiridos na Provedoria da Santa Casa BH [Rua Álvares Maciel, 611 - Santa Efigênia | (31) 3238-8873] e na CAPE [Alameda Ipê Branco, 28 - Bairro São Luiz - Pampulha | (31) 3401-8000]. A venda dos tíquetes antecipados representa uma importante parcela na arrecadação total da campanha.

Ao todo, 84 projetos de 59 instituições serão beneficiados com a arrecadação da campanha em todo o país. Em Belo Horizonte, a Santa Casa BH será beneficiada com a venda dos tíquetes antecipados, além dos produtos promocionais com a marca McDia Feliz e os sanduíches Big Mac vendidos nos restaurantes de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Governador Valadares, Pouso Alegre e Sete Lagoas no dia da ação. O McDia Feliz já somou mais de R$ 280 milhões investidos em projetos do Instituto Ronald McDonald e, recentemente, do Instituto Ayrton Senna.

Neste ano, o projeto selecionado é o Irradiando o Cuidado com Alegria, iniciativa que vai possibilitar a revitalização da área em que funciona o atual Serviço de Radioterapia da SCBH e inclui a construção de um consultório pediátrico e uma brinquedoteca. A ideia é criar um espaço em que as crianças possam esperar a realização das consultas e tratamento de forma confortável, segura e divertida. Com essas adequações, a expectativa é aumentar o número de atendimentos a crianças e adolescentes, absorvendo novos casos vindos de todas as partes de Minas Gerais.

Sobre a Casa de Acolhida Padre Eustáquio – CAPE

Criada em 2013 pelo empresário José Marcílio Nunes, a Casa de Acolhida Padre Eustáquio (CAPE) trabalha para que crianças e adolescentes tenham amparo e estrutura durante o tratamento oncológico e de outras doenças não infecciosas, valorizando sempre a vida! Encaminhadas por meio dos hospitais de Belo Horizonte, elas vêm, em sua maioria, de cidades do interior do estado de Minas Gerais e precisam de suporte no momento em que estão longe de casa e fragilizados pela doença. A CAPE acolhe atualmente mais de 300 crianças e adolescentes com seus acompanhantes e se interessa por suas trajetórias. Oferece acolhimento humanizado e individualizado durante e após o tratamento.

Tags:
  • Big MC
  • McDia Feliz
  • bh
  • Santa Casa
  • CAPE
Comentários

Comentários