FecharX

Roupinhas nos pets podem prevenir doenças

Apesar dos pelos, cachorros também sentem frio no inverno e precisam estar protegidos


Créditos da imagem: Tips para Mascotas / Flickr
Main capa cao
Ana Barbosa *
08/07 às 12:00
Atualizado em 08/07 às 13:48

Com as temperaturas mais frias, é comum ver cachorros vestindo roupinhas.Mas será que os bichinhos precisam mesmo desse acessório? Veterinários defendem que sim. Proteger os animais de estimação durante o período mais frio do ano, não é só um capricho dos tutores, mas uma recomendação importante que pode protegê-los de várias doenças.

Bruno Antunes Soares, professor e coordenador do curso de Medicina Veterinária do UniBH afirma que o dono precisa estar atento ao período noturno, que é quando as temperaturas caem mais. Para isso, há várias soluções para deixar os pets mais confortáveis como caminhas próprias e cobertores, mas é importante lembrar de sempre de mantê-los secos e bem higienizados.

O veterinário, também explica que é recomendado que na hora da escolha das roupinhas, opte para aquelas que sejam lisas, de algodão e sem muitos apetrechos, que podem ser mais confortáveis e seguras para o animal. Mas, fique atento a adaptação do seu animal a roupinha, já que ele pode desenvolver reações negativas ao tecido, manifestar coceiras, vermelhão na pele, entre outros sintomas.



Foto: Nancy Walsh/Flickr

Francisco Daniel Schall, médico veterinário da Inova Pet e do Zoológico de Belo Horizonte, destaca que os tutores de cães com pelagens mais compridas, como Husky Siberiano e Chow Chow, podem ficar mais tranquilos. Mas aqueles que têm cães com porte menor e são mais magros, como Chihuahua e Pinscher, precisam buscar roupas ou abrigos para seus bichinhos. E independentemente da raça, é fundamental seguir o protocolo de vacinação para a prevenção de diversas doenças, inclusive respiratórias.

Quem cria animais em quintais, varandas ou áreas externas deve redobrar a atenção e procurar proporcionar casinhas que estejam secas, quentinhas, protegidas do vento, do frio e da umidade.

Segundo Bruno, apesar do tempo frio, é preciso manter a tosa higiênica do animal, já que evita que eles retenham umidade na região genital, abdominal e nas patas, o que poderia levar a doenças causadas por agentes microbianos. Outra dica é secar muito bem o pelo depois do banho.

Meu pet está com frio?

Para identificar se seu bichinho está sentindo frio, basta prestar atenção em algumas de suas ações. Caso o animal esteja encolhido em um canto da casa, é muito provável que ele esteja tentando se aquecer. Tremores também são características comuns. Fique alerta aos sinais.

*sob supervisão da jornalista Bárbara Batista

Comentários