FecharX

Descubra: quando vale a pena terceirizar um serviço?

Confira dicas da Copygreen para saber se é ou não vantajosa a terceirização



Créditos da imagem: CactusG/shutterstock
Main destaque cactusg
Redação
30/10 às 18:29
Atualizado em 30/10 às 18:29

Especial publicitário - Este material é patrocinado* 

A terceirização é uma prática que sempre esteve no mercado, mas nos últimos anos tem se intensificado em setores que, até então, não eram abertos para a mão de obra externa.

Um bom exemplo é o trabalho realizado pela secretária. Enquanto há um certo tempo o cargo de auxiliar administrativo era entregue para alguém de confiança, hoje o atendimento pode ser feito à distância, sem a empresa ter que arcar com um profissional interno. Esse tipo de serviço é oferecido por empresas voltadas exclusivamente para atendimento ao cliente, garantindo eficácia e agilidade ao processo.

No entanto, é preciso pensar: o que devo ou não terceirizar? Quando a terceirização vale a pena? Abaixo a Copygreen traz algumas razões que mostram quando é útil e vantajoso entregar à terceiros uma parte do seu negócio. Confira!

Quando a obra de mão é especializada

É muito comum encontrar nas empresas, gestores que perdem tempo e energia em atividades que não são o foco do negócio ou não serão realizados de maneira eficiente. Isso ocorre justamente por não serem especialistas da área.

Um bom exemplo é o marketing. Muitas empresas tentam desenvolver de forma pouco profissional as ações de divulgação ou investem em um colaborador fixo que não possui todo know how de quem atua sob resultados. Por essa razão, a empresa acaba tendo poucos resultados e muito tempo dispendido.

A terceirização de uma empresa voltada exclusivamente para o marketing irá garantir um serviço com mais qualidade por ser justamente especialistas no assunto, ou seja, profissionais que atuam diretamente com o que você precisa, mas que não é o foco do seu negócio.

Quando gera economia

Muitas terceirizações têm com principal vantagem a redução de custos. Um exemplo é o outsourcing de impressão. Nesse tipo de atividade, além das empresas reduzirem os custos com manutenção de impressoras, gastos com profissionais de manutenção e tintas, todo o setor fica a cargo da empresa contratada.

Por todos esses motivos, a empresa diminui custos e ganha em comodidade da equipe, evitando que os profissionais internos percam tempo com atividades tão simplórias como é a cópia e a digitalização de arquivos.

Quando poupa tempo

Parece óbvio, mas, muitos empresários não percebem quanto tempo perdem tempo em atividades burocráticas ou que não resultarão em nenhum benefício financeiro para a empresa.

É preciso ter em mente que a equipe estratégica precisa ter tempo para voltar-se para as ações que de fato aumentarão o lucro e a rentabilidade do negócio.

Por isso, muitas atividades, como alimentação, transporte, impressão, TI, telemarketing, entre outras; podem e devem ser terceirizadas para que as mentes pensantes da empresa possam concentrar esforços em melhorias e inovações da marca.

Quando a atividade não é o seu principal negócio

Grandes referências do mercado, como Henrique Carvalho, do Viver de Blog, e o próprio Erico Rocha, informaram que a empresa começou a reduzir os lucros quando eles colocaram na mão de terceiros o que era considerado a “galinha de ouro”.

Henrique Carvalho chegou a dizer que terceiriza praticamente tudo, exceto os textos, uma vez que o seu principal diferencial é justamente o conteúdo. Você precisa saber qual é o ponto forte da sua empresa, porque essa é a parte que só a sua equipe deverá fazer para manter a excelência da marca.

Uma questão válida a se refletir é que, para concentrar esforços na parte mais relevante, é interessante justamente deixar que os outros cuidem do menos importante!

Tags:
  • sou bh
  • copygreen
  • terceirização
  • dicas
Comentários

Comentários