FecharX

Programa de aceleração do Rio busca startups em BH

Os interessados vão contribuir para o desenvolvimento de produtos e serviços tecnológicos


Créditos da imagem: Yulia Grigoryeva/Shutterstock
Main 190821 shutterstock 735900559
Redação Sou BH
24/01 às 18:15
Atualizado em 01/02 às 17:02

Atenção, startups de BH! A empresa de telefonia Oi está com inscrições abertas para startups interessadas em participar do programa de aceleração do Oito, o espaço de inovação e empreendedorismo da companhia, no Rio de Janeiro. As inscrições são até o dia 8 de fevereiro. Além disso, o time da empresa estará em BH entre os dias 29 e 31 de janeiro para apresentar a empreendedores locais o novo edital de seleção do programa de aceleração.

Os empreendedores interessados em participar da seleção podem conferir o regulamento completo no site do Oito, onde devem ser feitas as inscrições. O resultado será divulgado em março, após a realização de apresentações presenciais (pitches). O programa está aberto a startups do Brasil e do exterior, com início previsto para março e duração de nove  meses. A seleção será conduzida pela Oi com apoio da Associação Brasileira de Startups.

Para esse ciclo do programa, diversas áreas da Oi elaboraram desafios que vão orientar a escolha das propostas, com foco em temas operacionais, financeiros e de negócio. Há também uma categoria “Open Telecom”.  O regulamento está disponível no site do Oito, onde devem ser feitas as inscrições para a seleção. Empreendedores que tenham interesse em agendar reunião em Belo Horizonte com o time do Oito podem fazer contato pelo e-mail contato@oito.net.br.

Conheça

O Oito busca contribuir para o desenvolvimento de produtos e serviços de base tecnológica com capacidade de aumentar a eficiência operacional da Oi ou de gerar novas oportunidades de negócios para a companhia ou seus parceiros. Para isso, as startups que participam do programa têm acesso a mentoria e apoio nas áreas gerencial, jurídica, financeira e de comunicação, além de acesso facilitado a produtos e serviços de empresas parceiras, como Nokia, IBM e Amazon Web Services.

As incubadas também têm à disposição até três posições de trabalho no espaço de coworking do Oito e, caso necessário, podem receber aporte financeiro para investimento no desenvolvimento do projeto, em condições e valores que serão acordados entre as partes.

O Comitê Interno de Seleção das startups é composto por executivos da Oi. Além da aderência aos desafios, também serão avaliadas a maturidade do projeto e da empresa, a viabilidade técnica e econômica do empreendimento, a consistência entre o modelo de negócio e a estratégia de entrada no mercado, a base tecnológica e grau de inovação e competitividade da solução, potencial de sinergia da startup com as demais incubadas, e a qualificação dos proponentes e da equipe. 

Comentários