FecharX

Prefeitura lança edital de patrocínio do Carnaval

Estão previstas verbas para 2019 e 2020, num total de R$ 22,5 milhões


Créditos da imagem: Júlia Alves / Sou BH
Main 202326 134817 havayanas
Redação Sou BH
10/01 às 11:13
Atualizado em 01/02 às 17:41

A Prefeitura de Belo Horizonte publicou, no Diário Oficial do Município (DOM), o edital de patrocínio do Carnaval de Belo Horizonte. Representantes das empresas interessadas em associar marcas e produtos ao evento já podem acessar o documento pelo e-mail licitacoes.belotur@pbh.gov.br ou pessoalmente, no endereço da sede da Empresa Municipal de Turismo (Belotur), na rua da Bahia, 888, 6° andar, Centro.

Uma das novidades deste edital é o fato de que a empresa que vencer terá o direito de patrocinar o Carnaval de Belo Horizonte nos próximos dois anos, 2019 e 2020. O valor mínimo aceito é de R$10,5 milhões, sendo R$ 4,5 milhões para o ano de 2019 e R$ 6 milhões a serem depositados numa conta específica da Belotur para serem administrados por ela no atendimento as despesas exclusivas do Carnaval. O patrocinador ainda tem que cumprir uma planilha de estrutura e serviços, com um valor aproximado de R$ 6 milhões por ano. Ou seja, somando todo o investimento, o edital gira em torno de R$ 22,5 milhões.

De acordo com o presidente da Belotur, Aluizer Malab, a parceria estabelecida pelo período proposto ajuda a intensificar e o aprimorar o carnaval. “A continuidade dessa parceria por dois anos permite, ainda, que o patrocinador adquira expertise específica sobre o evento em si, potencializando sua entrega ao poder público e reafirmando com os objetivos e planejamento do projeto”, comenta Malab.

Outra inovação do edital de patrocínio é o número de marcas que podem ser ativadas pelo vencedor, que subiu de três para quatro. Caso a empresa ganhadora queira incluir na contrapartida do patrocínio um número maior do que essa quantidade fica preestabelecida a quantia de R$ 500 mil a ser acrescida ao aporte financeiro programado para cada ano, por cada marca complementar.

“O nosso objetivo não é ser o maior Carnaval do país, mas certamente o melhor, o que tenha maior sensação de segurança e experiência com programação robusta e democrática em todas as regionais da cidade. Sendo assim, vale ressaltar que o planejamento da folia prevê ampliação dos investimentos em políticas sociais, inovação e sustentabilidade, buscando tornar a festa cada vez mais responsável e cidadã”, afirma o presidente da Belotur.

Números do carnaval

Em 2018, cerca de quatro milhões de pessoas circularam pelas ruas de BH durante o carnaval, espalhadas em mais de 500 atrações, entre blocos, palcos oficiais, festas e desfiles.  

Houve ocupação recorde na rede hoteleira no período – 57% no geral, sendo quase 77% na região centro-sul – e a movimentação financeira no município alcançou a cifra de R$ 641 milhões.

Da PBH

Comentários