FecharX

Prefeitura lança campanha para incentivar consumo de bebidas em latas durante o carnaval

A ação é direcionada a ambulantes, comerciantes e aos próprios foliões


Créditos da imagem: BS Fotografia
Main foto006
Redação Sou BH
27/02 às 15:34
Atualizado em 27/02 às 20:28

A prefeitura de Belo Horizonte lançou uma campanha para estimular a comercialização de bebidas em latas no carnaval, evitando acidentes e situações de perigo pelo uso de garrafas ou recipientes de vidro. 

A ação, chamada de Carnaval é Na Lata, é voltada para ambulantes, comerciantes e foliões. No caso dos ambulantes, a proibição de venda de bebidas em garrafas de vidro foi amplamente divulgada durante a entrega das credenciais. Os profissionais que forem flagrados descumprindo a regra terão a mercadoria apreendida, a credencial revogada e, ainda, estarão sujeitos a multa.

“É muito importante que todas as pessoas envolvidas com o carnaval, de trabalhadores a foliões, entendam o risco que é a comercialização de bebidas em garrafas de vidro. Isso sem falar na coleta seletiva, que é mais facilitada com o uso da lata”, ressalta Gilberto Castro, diretor-presidente interino da Belotur.       

A campanha também foi divulgada em bares e restaurantes que estão no percurso dos blocos. O objetivo é fazer com que os comerciantes optem pelas latas.

Fiscalização no Carnaval             

A Subsecretaria de Fiscalização escalou cerca de 250 fiscais da prefeitura e 270 agentes de campo para trabalharem durante o período de carnaval, que vai até 10 de março. Esses profissionais vão atuar de forma preventiva e educativa em relação a eventos realizados nas ruas público sem a autorização do município, além de coibir ambulantes irregulares e garantir a circulação dos credenciados, colaborando na fluidez dos blocos e do trânsito.

Conforme previsto no edital de chamamento público, o ambulante pode comercializar apenas água e bebidas industrializadas e/ou adereços carnavalescos. Além disso, a atividade é permitida, somente, nos ensaios e nos desfiles dos blocos de rua. O ambulante não pode exercer a atividade em locais onde não há concentração ou desfile de bloco de rua.

Com PBH

Acompanhe a cobertura do carnaval de Belo Horizonte no Sou BH com patrocínio do banco BS2 e apoio da Claro.


Comentários