FecharX

Para prevenir infecções por Covid-19, UFMG instala bebedouros com sensores

A tecnologia dispensa o contato físico em registros e torneiras para pegar a água



Créditos da imagem: Pedro Brum/ Divulgação
Main page
Redação Sou BH
23/01 às 19:46
Atualizado em 23/01 às 19:46

Ainda que a vacinação contra a Covid-19 já comece a dar os primeiros passos no Brasil, as medidas preventivas para frear a pandemia continuam necessárias, com destaque ao distanciamento social e aos cuidados com os meios de contaminação, como as superfícies. Por isso, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) adquiriu 1300 torneiras touchless para bebedouros da marca Beloar ÁguaàLaser, popularmente chamados de “anti-coronavírus”. O dispositivo, que também foi instalado na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, consiste em um sensor infravermelho que dispensa qualquer tipo de contato físico para liberar água em copos ou garrafas, o que acaba com a possibilidade de infecções por meio destes tipos de equipamentos. 


Nos antigos modelos de bebedouros de água que eram utilizados pela UFMG, o contato manual para o acionamento da torneira era necessário. Este procedimento não é recomendado, considerando que as mãos são um potencial meio de contaminação da Covid-19 e outras doenças. Conforme Nota Técnica Pública CSIPS/GGTES/ANVISA Nº 01/2020, o vírus SARS-CoV-2 pode permanecer até 72 horas em superfícies e, com a instalação do ÁguaàLaser, as possibilidades de se contaminar por meio de bebedouros serão totalmente eliminadas na instituição de ensino. 


A bióloga, mestre e doutoranda em Imunologia pela UFMG, Ana Clara Matoso, destaca a importância de dispositivos que dispensam o contato físico para evitar a transmissão de doenças. Ela aponta que a disseminação de microrganismos e a propagação de infecções é preocupante em todo o mundo e, após o início da pandemia do novo coronavírus, têm aumentado o número de diretrizes e legislações para o controle da propagação destas infecções em espaços públicos. 


A instalação do ÁguaàLaser na UFMG vai trazer mais tranquilidade para os estudantes, colaboradores e visitantes, não apenas para evitar a Covid-19, mas também para várias outras enfermidades.  

Tags:
  • sou bh
  • belo horizonte
  • ufmg
  • covid-19
  • bebedouros com sensor infravermelho
Comentários

Comentários