FecharX

Movimento body positive contribui para a auto aceitação e fomenta o comércio

Paralelo ao crescimento do mercado plus size, consumidores apontam dificuldades em encontrar peças


Créditos da imagem: Studio Imperial
Main plus size capa
Ana Barbosa *
26/07 às 14:49
Atualizado em 28/07 às 13:28

Modelos magérrimas nas capas das revistas femininas, manchetes anunciando dietas milagrosas e corpos torneados sendo exaltados. Esse padrão manteve-se por décadas como aquele que era único e deveria ser seguido. Resistente a isso, nos últimos anos, o movimento body positive ganhou força e busca incentivar as pessoas a se amarem como são.

Por um lado, o mercado plus size direciona a moda para pessoas muito altas, com coxas grossas, bustos maiores, pés grandes e que usam tamanho acima do 44, vem crescendo e ganhado espaço. Mas a oferta ainda é pequena. Nas vitrines, a presença dos manequins é discreta, nas passarelas dos principais eventos de moda do país, a representação ainda é rara. A negligência da moda plus size, traz perdas não somente para este público consumidor, mas para um mercado que perde um grande montante lucrativo.

Segundo o relatório Nichos da Moda, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), de 2015, o mercado plus size cresceu 21% nos últimos três anos, neste mesmo período a indústria de vestuário acumulou queda de superior a 5%. O mercado de moda plus size está em evidência e apresenta-se como um segmento promissor no mundo todo. No Brasil, a perspectiva de crescimento é de 10% ao ano até 2020.

 

Bruna Bentes, 20 anos, conta que prefere não adquirir suas roupas em marcas exclusivas do segmento por considerá-las mais caras. A estudante ainda ressalta que usualmente faz suas compras ou em brechós ou pede para sua mãe, que é costureira, fazê-las. “Não gosto de comprar em lojas de departamento porque em geral elas não têm forma para pessoas maiores. Shorts e saias são ainda mais difíceis de encontrar”.

 

Larissa Andrade, 21 anos, é estudante de jornalismo, blogueira e youtuber com quase 50 mil inscritos no seu canal. Há 7 anos, a mineira direciona seu conteúdo a moda, beleza, maquiagem, e, principalmente, o cuidado com a autoestima. “Tudo começou quando eu criei meu primeiro blog. A princípio, era sobre o que eu estava sentindo, em uma época que eu estava com a autoestima muito baixa. Sempre fui fora dos padrões, gordinha, usei óculos, e ainda tenho língua presa. E a partir disso surgiram os textos sobre autoestima no blog e recebi muitos comentários. Por que acredite ou não, muitas pessoas sofrem com isto”, conta Larissa.


Foto: Rayssa Ferreira

Comprar roupas nunca foi muito fácil para ela, que sempre gostou de se vestir e de se expressar através de seu vestuário e estilo. Nas lojas, ela destaca que encontra roupas com caimento mais senhoril e pouco ousadas. Apesar disso, a youtuber considera importante apoiar e valorizar o mercado plus size, para que ele possa crescer, se diversificar e atender a todos os públicos, em destaque para o mais jovem.

“Tem dias que eu adoro estar de saia rodada, roupa floral e no outro eu quero sair toda de preto, com um short justo. E eu sempre gostei muito de me valorizar, me mostrar, afinal não é porque eu sou gorda que eu não vou usar saia. Eu vou usar mesmo, com celulite, perna flácida e eu me sinto bem assim.” Larissa ainda completa: “a autoestima não é uma caminhada linear. É algo que tem muitas ondas, altos, baixos. É importante sempre se lembrar de se tratar com carinho. O amor próprio é um processo muito grande, e a longo prazo.”

Jheinifer Paulino, 23 anos, é estudante de medicina veterinária, modelo e Miss Simpatia Plus Size. Ela conta que nunca teve um sonho latente de trabalhar com o corpo mas foi algo que aconteceu de forma natural e que contribuiu muito para sua autoestima." Depois da adolescência eu engordei muito e precisei me adaptar. Então comecei a seguir personalidades do mundo plus size, o que foi muito importante para me sentir confortável, pegando inspirações de look e vendo o que eu gostava ou não em mim." 


Crédito : Studio Imperial

Confira dicas de lojas e roupas plus size online:

  • Elvira Matilde
  • Acqua Rosa
  • Daira
  • Mulher Elástica
  • E daí? Moda Plus Size
  • Dolps

* sob supervisão da jornalista Bárbara Batista

Comentários