FecharX

Em busca de um diferencial ou novos ares?

Se está procurando novas oportunidades, o Sou BH e o UniBH prepararam dicas importantes para você


Créditos da imagem: Sfio Cracho / shutterstock.com
Main capa 1   sfio cracho   shutterstock
Redação Sou BH
08/07 às 09:00
Atualizado em 08/07 às 09:00

Especial publicitário - Este material é patrocinado* 

As vagas de trabalho estão cada vez mais disputadas. Ser um destaque profissional ou buscar outras oportunidades de emprego são possibilidades, e uma das formas é se especializar. O coordenador geral de pós-graduação do UniBH, Leandro Costa Azevedo, explica que em um mercado de mudanças rápidas é fundamental investir na formação acadêmica. “Com novas cadeiras sendo criadas e a necessidade de se diferenciar no mercado cada vez maior, a especialização se torna fundamental nesse contexto visto que nesse ambiente é criado uma série de competências, habilidades que são muito valorizadas”.

Atualmente, analisa Azevedo, existe uma mudança de comportamento dos alunos que procuram modelos diferenciados que permitem trocar experiências e flexibilidade na escolha de conteúdo, com matrizes curriculares não engessadas que se relacionam mais com a realidade do trabalho.

Mudar de área também pode ser uma saída para quem se arrependeu da profissão escolhida ou por desejar realmente uma transformação na trajetória. “É necessário um entendimento do cenário em que estamos vivendo, e que esse profissional está inserido, para uma boa escolha do curso. É preciso direcionar seu investimento para cursos que permitam a vivência dos problemas reais dentro de sala de aula, aumentando as possibilidades de networking e possibilitando a mudança do mindset para uma cultura mais empreendedora e que ele saiba lidar com várias situações do dia a dia e do mercado de trabalho”, afirma o acadêmico.  

Leandro esclarece ainda que não há regra quando se trata de investimento em especialização, mas vale uma reflexão sobre custo-benefício ao fazer a escolha. Para obter um título de especialização, é cobrado um mínimo de 360 horas, o que em média seriam duas aulas semanais, pelo período de 12 a 18 meses. O interessado pode optar por cursos presenciais ou a distância, entendendo as suas particularidades de cada modelo.

Uma última dica dada pelo coordenador é associar projetos reais de vida, relacionados a profissão, unindo a ocupação, a teoria e prática. Para conhecer as opções de especialização que o UniBH oferece, acesse o site.

*O conteúdo é de responsabilidade do anunciante

Tags:
  • ensino superior
  • vida profissional
  • oportunidades
  • bh
Comentários

Comentários