FecharX

Cruzeiro oficializa Júlio Baptista e fecha por 2 anos

<p>O atleta chegará nesta sexta-feira (26) a Belo Horizonte e deve ser apresentado como reforço no domingo (28)</p>


Créditos da imagem: Divulgação/Cruzeiro
Main 2 julio
Divulgação/Cruzeiro
Redação Sou BH
12/08/14 às 10:37
Atualizado em 01/02 às 17:55

Poucas horas depois de o Málaga confirmar que Júlio Baptista rescindiu o seu contrato com o clube espanhol, o Cruzeiro oficializou nesta quarta-feira (24) pela manhã a contratação do meio-campista de 31 anos e anunciou que o jogador assinou contrato de dois anos com o time mineiro.

O acordo foi firmado fora da capital mineira, pois o Cruzeiro informou, por meio de seu site oficial, que o atleta chegará nesta sexta-feira a Belo Horizonte e deve ser apresentado como reforço no domingo, no clássico contra o Atlético-MG, no Mineirão, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Segundo o clube de Minas Gerais, Júlio Baptista rescindiu o seu vínculo com o Málaga já na última sexta-feira, apesar de o clube espanhol só ter oficializado o rompimento do seu contrato nesta quarta.

Ao oficializar a contratação, o Cruzeiro enfatizou que o reforço iniciou a sua carreira como volante, no São Paulo, e na Europa "deixou de ser um jogador de marcação para se tornar um implacável artilheiro". O clube também lembrou que o meio-campista foi campeão da Copa das Confederações de 2005 e 2009 e da Copa América de 2004 e 2007 pela seleção brasileira, defendida por ele também na última Copa do Mundo.

Com a vinda para o Cruzeiro, Júlio Baptista espera conseguir voltar a defender o time nacional e se colocar na luta por uma vaga no grupo de jogadores convocados para o Mundial de 2014, que será realizado no Brasil, sendo que ele não defende a seleção desde a Copa de 2010.

Júlio Baptista defenderá o Cruzeiro dez anos depois de ter deixado o São Paulo e o futebol brasileiro. Na Europa, ele passou por Sevilla, Real Madrid, Arsenal e Roma antes de ser contratado pelo Málaga em 2011. Na equipe mineira, ela chega como substituto direto de Diego Souza, negociado com o Metalist, da Ucrânia. 

Estadão Conteúdo

Comentários