FecharX

BH é arte! Conheça 12+1 movimentos culturais que ocupam o calendário da capital

Conheça 12+1 movimentos culturais que ocupam o calendário da capital


Créditos da imagem: Área de Serviço
Main 212227 cura area serv1
Redação Sou BH
13/12/18 às 13:03
Atualizado em 26/03 às 19:56

BH está fazendo 121 anos nesta quarta (12). A capital mineira é reconhecida em todo o país pelo cenário cultural efervescente e democrático. Por isso, nada melhor do que exaltar a cultura, lembrando os principais eventos que embalam a cidade durante todo o ano!

Carnaval, Virada Cultural, CURA, Arraiá de Belô, Comida di Buteco... E por aí vai!  Os movimentos belo-horizontinos transcendem as ruas e passam a fazer parte da rotina dos moradores. Para, Luiz Gabriel Lopes, cantor, compositor e integrante da banda mineira Graveola e o Lixo Polifônico, as expressões culturais na cidade viveram um processo de evolução.

“BH passou por um momento de debate sobre a ocupação do espaço público muito legal nos últimos anos. Isso gerou um caldo de resistência. Há mais diálogo, agora estamos com uma estratégia diferente”, afirma o artista, que também esteve presente no início da icônica Praia da Estação.

Segundo Luiz, a importância da cultura produzida aqui só cresceu com o tempo e criou novas possibilidades, que antes eram exclusivas a determinados nichos. “Hoje, BH tem um acervo muito forte na vida cultural. O rap belo-horizontino é o mais importante do Brasil e isso não é por acaso. São essas ressonâncias e a presença dessas ocupações que criam a cultura de BH e interconectam todas as classes”, pontua Luiz Gabriel.


Netun Lima/PBH

Sobre a Praia, o músico acredita que esse foi um dos pontos de partida para a revolução que tem acontecido na cidade nos últimos anos.

“A presença de artistas de vários universos é um marco histórico da geração do começo da Praia. Aquilo foi uma explosão que ressoa. Mostrou a possibilidade de organização horizontal da arte para a juventude. Duelo de MCs, Carnaval e outras ocupações urbanas criaram esse espaço democratizante da cultura, definiram um horizonte de conexões”, finaliza.

Então, sem mais delongas, bora dar uma olhada em 12 + 1 (já que são 121 anos, né?) movimentos culturais que marcam a agenda de BH:

Campanha de Popularização do Teatro e Dança

A campanha é um festival de teatro e dança que reúne, anualmente, peças infantis e adultas.

Carnaval

A folia da capital vem crescendo a cada ano e reunindo centenas de blocos e shows com grandes artistas em festas espalhadas por toda a cidade.

Praia da Estação

A praia acontece em diferentes períodos do ano, normalmente no verão, e reúne os belo-horizontinos na Praça da Estação com um caminhão-pipa, muita alegria e música.

Arraiá de Belô

O famoso ‘arraiá’ tem as principais quadrilhas da cidade disputando um concurso mais que especial no período das festas juninas.

Virada Cultural

A Virada, prevista para voltar à programação de BH no próximo ano, acontece em diferentes pontos durante um fim de semana e reúne atividades culturais variadas.


Área de Serviço

CURA

Exaltando o grafite belo-horizontino, o circuito conta com uma vasta programação cultural e a pintura das empenas de prédios no centro de BH.

Comida di Buteco

Velho conhecido do nosso calendário, o Comida reúne alguns dos principais bares de BH num concurso com os melhores petiscos da cidade.

Duelo de MCs

Mostrando a força do rap de BH, o duelo conta com grandes nomes do estilo numa disputa muito concorrida.

Mostra CineBH

A mostra reúne importantes produções do cinema belo-horizontino, brasileiro e internacional em uma semana de eventos, debates, intercâmbio e lançamentos.

FIT BH

O Festival Internacional de Teatro de BH apresenta produções nacionais e internacionais, exaltando o teatro e prezando pela troca de experiência.

FAN

O Festival de Arte Negra acontece bienalmente na capital mineira e engloba movimentos expressivos da cultura negra em diversos eventos.

Noturno nos Museus

O projeto envolve museus e centros culturais públicos e privados em programações diversas e culturais durante a noite belo-horizontina.

Minas Trend

O encontro de grifes mineiras e do Brasil é uma forma de fomentar a moda e a indústria, e estimular o crescimento do mercado no estado. 

Comentários