FecharX

A magia de Cinderella no Palácio das Artes

<p>Imagens em 3D, bolhas de sabão e neve artificial marcaram o musical</p>


Créditos da imagem:
Main cinderella
Redação Sou BH
12/08/14 às 10:37
Atualizado em 01/02 às 17:19

Que menina nunca sonhou em encontrar com a fada madrinha, entrar em uma carruagem e viver feliz para sempre ao lado do príncipe encantado? Pode parecer piegas, mas muitas mocinhas trocariam toda modernidade para viver um conto de fadas!

Para outras, assistir a história de Cinderella já está de bom tamanho. E essa foi a escolha de Juliana Diniz, que trocou uma animada balada com as amigas pelo conforto do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537 - Centro). ?Sempre tive vontade de ver um espetáculo assim. Impossível não se emocionar com a história?, afirma a estudante de 18 anos.

Na ocasião, o local recebeu a mágica história dos irmãos Grimm que, apesar de apresentar muitos efeitos especiais, não perdeu o tradicional encanto que todos nós já conhecemos. ?Só a tecnologia é moderna na história?, afirma o diretor geral Billy Bond, que também assinou os musicais O mágico de Oz, Peter Pan, A bela e a fera e Branca de Neve.

Logo na entrada, os espectadores receberam óculos 3D, acessório que fez com que o público se sentisse dentro do espetáculo. O ilusionismo também marcou a apresentação. E em um passe de mágica, Cinderella trocou seu simples vestido por um traje de baile, em menos de cinco segundos. Com 22 atores em cena, o espetáculo contou com mais de 180 figurinos, cinco trocas de cenários, 28 toneladas de equipamentos e muitos efeitos visuais de iluminação.

A peça, toda apresentada com diálogos e músicas em português, deixou a pequena Laís encantada. A menina, que foi ao espetáculo na companhia da mãe, não escondeu a felicidade ao ser escolhida para experimentar o sapatinho da princesa. ?Meu pé é muito pequeno e o sapatinho não serviu?, comentou. Fernanda Moreira, mãe de Laís, completou: ?Foi tudo maravilhoso! Além de ser um espetáculo para todas as idades, foi ótimo viver esse momento ao lado da minha filha?.

O espetáculo continua em cartaz neste sábado, às 16h e domingo, às 19h, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

Comentários