FecharX

Sombra e Água Fresca: Inhotim inaugura seu novo jardim

O novo espaço proporciona aos visitantes uma experiência de descanso, contemplação e transformação


Créditos da imagem: Fabrício Morais
Main destaque fabr%c3%adcio morais
Redação Sou BH
23/10 às 10:00
Atualizado em 23/10 às 18:01

Localizado em uma antiga área de pastagem e fruto da inspiração do paisagista Pedro Nehring, o Sombra e Água Fresca é o mais novo jardim do museu Inhotim. O espaço é repleto de paisagens recheadas de histórias, plantas que habitam em nossa memória afetiva, momentos de descanso e fruição, além de uma potente vocação para a educação ambiental.

Com área de 32 mil metros quadrados, sendo o maior jardim do museu, o Sombra e Água Fresca conta com plantas nativas e exóticas, muitas delas bem presentes em nossa história e cultura, como o jacarandá, o guanandi e a pitangueira, e uma comunidade de plantas com cerca de 700 espécies, incluindo belos exemplares, como o buriti, a lichia e o cedro.

Enquanto descansam em um dos bancos do local, os visitantes podem relaxar ao som dos sabiás, dos pica-paus e de vários outros pássaros, e ainda apreciar o clima campestre proporcionado pelas sombras e pelo curso d’água que percorre o jardim.

“O novo jardim convida a uma pausa para observarmos o tempo passar... Para simplesmente viver o momento, contemplar as plantas, a paisagem, o solo, a água, os animais e a vida humana. Tudo isso no melhor estilo dolce far niente – a doçura de não fazer nada”, comenta Pedro Nehring.

A inauguração do Sombra e Água Fresca é permeada por dois pilares principais. O primeiro, a etnobotânica, preza pelo uso cultural das plantas, ou seja, leva em conta o sentido que elas fazem na vida das pessoas. O segundo pilar é a transformação do território, uma vez que a área, um antigo pasto de fazenda, foi transmutada em um grande jardim, rico em biodiversidade e que valoriza as relações entre fauna e flora.

O jardim já está aberto ao público, mas a grande inauguração será no dia 9 de novembro, junto às outras novidades do Inhotim. A entrada no museu custa R$ 22 (meia) e R$ 44 (inteira); às quartas-feiras, com exceção dos feriados, o acesso é gratuito. Os ingressos podem ser adquiridos no local.

Tags:
  • ar livre
  • inhotim
  • jardim
Comentários

Comentários