FecharX

10 lugares espetaculares para conhecer, em BH

A capital sempre tem um cantinho que faz todo mundo se sentir turista


Créditos da imagem: Banco de Imagens
Main 141634 shutterstock 166720529
Igreja São Francisco de Assis faz parte do Conjunto Moderno da Pampulha.
Redação Sou BH
01/03/16 às 18:43

Que Belo Horizonte honra a tradição da vida noturna dos mineiros, com muita animação, todo mundo já sabe. Mas e quando o assunto é a cena cultural? Essa, por vezes, é deixada de lado na hora de visitar a capital. Pensando nisso, que tal um roteiro para os visitantes e moradores aproveitarem os principais espaços culturais da cidade, famosos por sua beleza e suavidade? Agora é só escolher seu lugar favorito e curtir BH! 

1) Praça da Liberdade
Sede histórica do Governo do Estado de Minas Gerais, o Palácio da Liberdade é um dos principais cartões postais da capital. Uma das obras principais do conjunto arquitetônico da Praça da Liberdade, o edifício foi palco de decisões políticas e sociais que marcaram a história do povo mineiro e brasileiro. O espaço faz parte do Circuito Cultural Praça da Liberdade.

2) Museu das Minas e do Metal
O imponente edifício do MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal, popularmente conhecido como Prédio Rosa da Praça da Liberdade, abriga um importante acervo de duas das principais atividades econômicas de Minas Gerais: a mineração e a metalurgia. O espaço faz parte do Circuito Cultural da Praça da Liberdade e foi tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.

3) Museu Histórico Abílio Barreto
Um dos mais antigos museus da capital, o Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB) funciona em casarão colonial de 1883. Criada em 1941 e inaugurada dois anos mais tarde, a casa conta com acervo referente à história de Belo Horizonte. São mais de 25 mil peças. Situado no único casarão remanescente do arraial do Curral Del-Rey, o museu leva o nome em homenagem ao seu idealizador e primeiro diretor, o jornalista e escritor Abílio Barreto, natural de Diamantina.

4) Biblioteca Pública
A Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa é um espaço democrático. Propiciando o livre acesso à leitura informativa e de lazer, seu objetivo principal é reunir, preservar e disponibilizar para o público o patrimônio literário de Minas Gerais. Com cerca de 570 mil títulos disponíveis, a Biblioteca faz parte do Circuito Cultural da Praça da Liberdade. O edifício, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, é tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA).

5) Casa Fiat de Cultura
Criada em 2006, a Casa Fiat de Cultura está localizada no antigo Palácio dos Despachos, edifício que integra o conjunto arquitetônico e histórico do Palácio da Liberdade. A instituição, mantida pelas empresas do Grupo Fiat, destaca-se pelo alto valor histórico, artístico e educativo de sua programação sempre gratuita, com o objetivo de valorização do patrimônio, a circulação dos bens culturais e a difusão das culturas brasileira e mundial. Um dos grandes destaques da Casa é o painel "Civilização Mineira", de Candido Portinari.

6) Centro Cultural Banco do Brasil
Com uma ampla e dinâmica programação cultural, o Centro Cultural Banco do Brasil - Belo Horizonte encontra-se instalado no imponente prédio amarelo da Praça da Liberdade, ao lado do Edifício Niemeyer, e faz parte do Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Seu projeto arquitetônico foi concebido por Luiz Signorelli, fundador da Escola de Arquitetura de Minas Gerais e promove atividades nas áreas de artes plásticas, artes cênicas, música e programas educativos.

7) Igreja de São Francisco de Assis
Inaugurada em 1943, a Igreja São Francisco de Assis é popularmente conhecida como Igrejinha da Pampulha. O projeto arquitetônico da igreja é do arquiteto mineiro Oscar Niemeyer e foi o último prédio a ser inaugurado do Conjunto Moderno da Pampulha, considerada a obra-prima de todo o conjunto e um motivo de orgulho para o belo-horizontino. Os painéis externos são de Cândido Portinari - painel figurativo e de Paulo Werneck - painel abstrato.

8) Jardim Zoológico
O zoológico de Belo Horizonte é famoso em todo o mundo, ainda mais com o nascimento do primeiro gorila da América Latina. Com área de 1,4 milhão de m², a casa pertence à Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte. A variedade de animais e plantas é vasta. Considerado o jardim zoológico mais completo da América Latina, o lugar reúne 3 mil animais de mais de 250 espécies (entre aves, répteis, mamíferos e peixes) representantes dos cinco continentes.

9) Centro Cultural Lagoa do Nado
Localizado dentro do parque que recebe o mesmo nome, o centro cultural oferece programação mensal diversificada, por meio dos projetos de formação e capacitação em várias áreas artísticas. Aberto a toda a comunidade, o espaço é conhecido por sua difusão cultural, memória e valorização das identidades culturais.

10) Mercado Central
Tradicional em Belo Horizonte, o Mercado Central é umas paradas obrigatórias da capital mineira. Além de ser parte essencial da história de Belo Horizonte, o mercado reflete aspectos culturais e sociais da identidade da cidade. Com mais de 80 anos de história, o Mercado é uma referência em centro de compras da capital mineira. São mais de 450 lojas como bancas de comidas típicas, artesanato, bares e restaurantes. Dentre os produtos mais procurados estão a goiabada, a cachaça da roça e o famoso queijo minas.

Quer mais dicas para aproveitar nossa Beagá? 

Então, pode curtir a vontade a noite da cidade e aproveitar nossas sugestões de lugares para comer depois da balada. Agora, para aqueles não resistem a um cafezinho com pão de queijo, broa e quitutes mineiros, nossa lista é recheada de opções saborosas! Boas dicas não vão faltar :)

Comentários