FecharX

Aeroporto Internacional é um dos marcos de BH

Descubra como a história do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte é parte importante da trajetória de conquistas da capital mineira


Créditos da imagem: Acervo Aeroporto Internacional de BH
Main 172857 montagem hist%c3%b3ria aeroporto
Redação Sou BH
12/12/18 às 15:29
Atualizado em 11/02 às 18:27

Especial publicitário - Este material é patrocinado*

Belo Horizonte completa 121 anos hoje com uma história de conquistas que colocaram a capital mineira entre as mais desenvolvidas do país. As duas histórias têm muitas similaridades. Assim como Belo Horizonte, a primeira cidade planejada do País, o Aeroporto Internacional surgiu para oferecer aos mineiros uma estrutura à altura da importância de Minas Gerais no cenário brasileiro

Hoje, o Aeroporto é um equipamento importante para ajudar a impulsionar o desenvolvimento econômico, social e turístico da cidade.

Esta história começou ainda na década de 1970, quando Ministério da Aeronáutica e o governo do Estado começaram os estudos de viabilidade técnica para a construção do Aeroporto Metropolitano de Belo Horizonte. 

Os laudos indicaram uma área localizada entre os municípios de Lagoa Santa e Confins como a mais recomendada para receber o novo empreendimento, devido às condições meteorológicas e topográficas. Em 1980 as obras foram iniciadas e dois anos depois a pista foi inaugurada com o pouso de um avião Bandeirante.

A inauguração oficial foi em março de 1984 e, em julho do mesmo ano, aconteceu o primeiro voo internacional, sem escalas, com destino a Miami.

Ciclo de crescimento

A evolução do Aeroporto Internacional de BH ganhou impulso a partir da transferência dos voos do Aeroporto da Pampulha, em 2004. De uma movimentação anual de pouco mais de 380 mil passageiros por ano, o Aeroporto Internacional passou a receber um número cada vez maior até chegar, no ano passado, a um patamar de 10,2 milhões de pessoas.

Desde que a concessionária BH Airport assumiu as operações, em 2014, cerca de R$ 1 bilhão foram investidos na transformação e modernização de toda a infraestrutura. Hoje, a população de Belo Horizonte tem à disposição um equipamento amplo, confortável e preparado para receber até 22 milhões de passageiros por ano, com uma oferta de voos para 45 destinos domésticos e internacionais.

No terceiro trimestre deste ano, segundo a Pesquisa de Satisfação dos Passageiros do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, o Aeroporto Internacional de BH foi considerado o melhor do país. Além disso, foi premiado pela ACI World – entidade que reúne aeroportos em todo o mundo – como o que mais evoluiu na qualidade de prestação de serviços na América Latina e Caribe.

Na área comercial, a valorização da cultura e identidade de Minas se transformou em uma marca do Aeroporto. A Praça Mineira, espaço de compras com mais de três mil metros quadrados de área, proporciona um mix de produtos e serviços selecionados pela história, tradição e qualidade. No total, são 127 opções de pontos comerciais, incluindo marcas internacionalmente conhecidas, que pretendem oferecer experiências únicas para os passageiros.

 “Temos o compromisso de manter o ritmo de evolução do aeroporto com a oferta de mais voos, destinos e novas experiência para os nossos passageiros”, afirma o diretor-presidente da BH Airport, Marcos Brandão.

Atualmente, são gerados quase oito mil postos de trabalho diretos e indiretos com a atividade aeroportuária.

“Os nossos planos para o futuro são audaciosos. Temos um projeto de longo prazo para o Aeroporto Internacional de BH e queremos aproveitar todo este potencial para ampliar a capacidade de geração de empregos e renda para a região e o Estado. Estamos prontos para o crescimento”, adianta Brandão.

*O conteúdo é de responsabilidade do anunciante

Comentários