FecharX

Projeto da prefeitura busca voluntários para acolhimento temporário na capital

Saiba como ajudar e transformar a vida de crianças e adolescentes afastados da família


Créditos da imagem: Rafa artphoto/shutterstock.com
Main rafa artphoto shutterstock 1095663224
Redação Sou BH
13/04 às 17:00
Atualizado em 13/04 às 17:00

Muita gente quer ajudar crianças e adolescentes sem lar, mas nem todo mundo tem condições de se comprometer com uma adoção. Uma alternativa para quem quer contribuir com acolhimentos temporários é o projeto Família Acolhedora, promovido pela Prefeitura de BH, em parceria a Providens - Ação Social Arquidiocesana . 

Os interessados em fazer parte do projeto Família Acolhedora podem escolher entre dois tipos de acolhimento. A Modalidade 1 tem curta duração e é voltada para crianças e adolescentes que foram afastados da família de origem, mas que possuem possibilidade de reintegração familiar.

Já a Modalidade 2 é destinada aos que foram afastados do convívio familiar, sem possibilidade de reintegração e sem pretendentes à adoção. Neste modelo, o acolhimento é de longa duração e pode se estender até a maioridade.

Todo o processo é amparado por uma equipe técnica, que conta com psicólogos e assistentes sociais. Questões como diálogo transparente, apego e o desapego, tanto nas visitas domiciliares como nos atendimentos individuais. são trabalhados com os profissionais. 

Como participar

O projeto conta com cinco critérios para participação:

- Residir em Belo Horizonte há mais de dois anos e continuar morando no município durante todo o período de acolhimento

- Não possuir antecedentes criminais

- Ter, no mínimo, 21 anos de idade e estar disposto ao acolhimento temporário, não tendo a intenção de adotar (no caso da inserção na Modalidade 1)

- Ter a concordância de todos os membros da família 

- Aceitar e se comprometer com as diretrizes do serviço.

O primeiro passo para se tornar uma Família Acolhedora é entrar em contato com a equipe de serviço para compreender os critérios adotados para a realização do acolhimento. Na sequência, os interessados participam de entrevistas, recebem visitas domiciliares e passam por uma avaliação técnica que analisa os documentos solicitados pelos profissionais.

Os interessados em participar devem entrar em contato pelo telefone (31) 3422-4736 ou e-mail familiasacolhedorasadm@providens.org.br




Tags:
  • convivência familiar
  • Família Acolhedora
  • Prefeitura de Belo Horizonte
  • Providens - Ação Social Arquidiocesana
Comentários

Comentários