FecharX

Quer saber mais sobre a região Oeste de BH? Origem dos bairros, curiosidades.. Confira aqui

Muitas chácaras, matas e fazendas ajudavam BH com produção de alimentos e recursos naturais


Créditos da imagem: Divulgação/PBH
Main 205403 5170047022 3770e8a898 b
Redação Sou BH
18/12/17 às 10:48
Atualizado em 01/02 às 17:16

Você conhece bem o seu bairro? Já parou pra pensar por qual motivo sua região recebeu determinado nome? O SouBH resolveu dar uma mão para os belo-horizontinos mais curiosos e vai publicar um pouco da história dos bairros da nossa querida capital mineira. A regional Oeste é a quarta escolhida na série de curiosidades sobre os bairros de BH. Todas as informações foram retiradas da publicação Histórias de Bairros, de autoria do Arquivo Público de BH.

A Zona Oeste possuía muitas chácaras, matas e fazendas e deveria ajudar a cidade de diversas formas: produzindo alimentos, fornecendo recursos naturais, como água e materiais para construção, servindo de espaço de lazer e de passeios, etc. Para ver mais curiosidades, clique aqui (só pode ser acessado por celular).

A transformação dos primeiros bairros como Alto Barroca, Gameleira, Calafate, Grajaú, Gutierrez e Prado contou com a participação de grandes instituições públicas que se instalaram ali e incentivaram o desenvolvimento local e da população operária que foi responsável pela ocupação inicial da região.

Veja um pouco sobre a origem dos bairros:

BAIRROS

ALTO BARROCA

• ORIGEM DO NOME: Referência ao terreno do bairro, íngreme e composto de barro vermelho.
• OUTROS NOMES: Vila Progresso
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizado na área da antiga região do Calafate, teve seus primeiros loteamentos aprovados na década de 1920.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Paróquia Nossa Senhora do Pilar

BAIRRO DAS MANSÕES

• ORIGEM DO NOME: Referência à presença de casas e de grandes lotes no bairro.
• OUTROS NOMES: Estoril
• ORIGEM DO BAIRRO: Situado na antiga Fazenda do Cercadinho, o bairro teve seus primeiros loteamentos aprovados no final da década de 1970. A ocupação aconteceu apenas a partir dos anos 1980, sendo predominante a presença de casas.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Avenida Barão Homem de Melo

BARROCA

• ORIGEM DO NOME: Referência ao barro vermelho que predominava em vários barrancos dali.
• OUTROS NOMES: Vila Alvina
• ORIGEM DO BAIRRO: Antigamente a região englobava uma área muito maior. Seus primeiros loteamentos datam do final da década de 1920. O prolongamento da Avenida Amazonas, na década de 1930, estimulou sua ocupação.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Avenida Amazonas

BETÂNIA

• OUTROS NOMES: Estrela do Oriente
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizado na região da antiga Várzea do Felicíssimo. Começou a ser oficializado na década de 1960, sob o nome de bairro Estrela do Oriente.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Praça da Amizade
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Horto Florestal do Betânia

BURITIS

• ORIGEM DO NOME: Devido à presença do Buriti, um tipo de palmeira.
• OUTROS NOMES: Fazenda do Cercadinho
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte da antiga Fazenda do Cercadinho, o Buritis teve seus primeiros loteamentos no fim dos anos 1970. A princípio planejado para receber casas e pequenos prédios, no bairro, hoje, predominam os altos edifícios residenciais.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Parque Municipal Aggeo Pio Sobrinho

CABANA PAI TOMAZ

• ORIGEM DO NOME: Há várias versões para o nome do bairro, a mais provável é a de que seja referência ao título de um conhecido romance abolicionista estadunidense.
• OUTROS NOMES: Vargem do Tejuco
• ORIGEM DO BAIRRO: Situado em região de topografia acidentada, o bairro teve sua ocupação acelerada na década de 1960. O aglomerado se compõe de inúmeras vilas, como Antena, Cabana e São Sebastião.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Centro de Saúde Waldomiro Lobo

CALAFATE

• ORIGEM DO NOME: Calafate é o nome de uma antiga profissão, ligada a construção de barcos. Há versões de que um dos proprietários da fazenda desempenhava esse ofício quando vivia em Portugal.
• OUTROS NOMES: Vila das Oliveiras
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte da antiga Fazenda do Calafate, o bairro foi planejado para ser área agrícola da cidade, o que não aconteceu. Já nos primeiros anos de Belo Horizonte, era um dos bairros mais populosos, ocupado, na sua maior parte, por operários.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Paróquia São José Calafate
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Estação Férrea do Calafate

CINQUENTENÁRIO

• ORIGEM DO NOME: Referência ao aniversário de 50 anos de Belo Horizonte, comemorado em 1947.
• OUTROS NOMES: Vila Cinquentenário
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizado na região da antiga Várzea do Felicíssimo. Teve seus primeiros loteamentos aprovados em 1950, no entanto, sua ocupação se iniciou tempos depois, no final da década de 1960.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Escola Municipal Francisca de Paula

CONJUNTO HABITACIONAL BETÂNIA

• OUTROS NOMES: Betânia
• ORIGEM DO BAIRRO: Aprovado, originalmente, como parte do Bairro das Indústrias em 1974. É dividido pelo Ribeirão Arrudas, atualmente canalizado e cercado pela Avenida Teresa Cristina.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Avenida Teresa Cristina
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Córrego Bonsucesso

ESTORIL

• ORIGEM DO NOME: Referência a uma região de Portugal.
• OUTROS NOMES: Fazenda São Domingos
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizado na região da antiga Fazenda do Cercadinho, teve seus primeiros loteamentos aprovados no início da década de 1980. A construção da Avenida Barão Homem de Melo estimulou sua ocupação.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Parque da Vila Pantanal

ESTRELA DALVA

• ORIGEM DO NOME: Jardim Estrela Dalva
• OUTROS NOMES: Conjunto Habitacional Paineiras
• ORIGEM DO BAIRRO: Situado em parte da antiga Fazenda do Cercadinho. Seu povoamento iniciou-se no final dos anos 1970, com a sua oficialização pela Prefeitura. No início da década de 1980, recebeu um conjunto habitacional de prédios.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Escola Municipal Prefeito Aminthas de Barros
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Córrego do Cercadinho

GAMELEIRA

• ORIGEM DO NOME: Fazenda da Gameleira. A gameleira é uma árvore que existia em abundância na região.
• OUTROS NOMES: Vila Cavalieri
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizado na região da antiga Fazenda da Gameleira, o bairro teve boa parte de sua área ocupada por instituições públicas. Foi Fazenda Modelo para experimentos agrícolas. A partir do final dos anos 1920, teve algumas porções loteadas e ocupadas por residências.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Expominas
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Instituto João Pinheiro

GRAJAÚ

• OUTROS NOMES: Vila Lídia
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte do antigo Povoado das Piteiras, o bairro teve seus primeiros loteamentos aprovados no final dos anos 1920. A ocupação, no entanto, foi lenta e se estendeu por décadas.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Comunidade dos Luízes
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Reservatório dos Pintos

GUTIERREZ

ORIGEM DO NOME: Sobrenome de antigo proprietário de terras da região.
• OUTROS NOMES: 3ª Seção Suburbana
• ORIGEM DO BAIRRO: Com seus primeiros loteamentos aprovados no final da década de 1920, o bairro só teve sua ocupação intensificada nos anos 1970, após a canalização do Córrego dos Pintos sob a Avenida Francisco Sá e da construção da Praça Leonardo Gutierrez.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Praça Leonardo Gutierrez
• REFERÊNCIAS URBA

HAVAÍ

• ORIGEM DO NOME: Vila Havaí
• OUTROS NOMES: Haiti
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte da antiga Fazenda do Cercadinho, o Havaí recebeu as primeiras aprovações de loteamento no final da década de 1970, quando já vinha sendo lentamente ocupado. Nessa época, a Vila Ventosa já estava em formação.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Vila Ventosa

JARDIM AMÉRICA

• ORIGEM DO NOME: Vila Jardim América
• OUTROS NOMES: Vila Bom Pastor
• ORIGEM DO BAIRRO: O bairro apresenta ocupação bem variada. Seus primeiros loteamentos foram aprovados na década de 1920. A ocupação foi porterior a isso, tendo se intensificado na década de 1960.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Paróquia São Jorge
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Asilo Bom Pastor

JARDINÓPOLIS

• ORIGEM DO NOME: Vila Jardinópolis
• OUTROS NOMES: Fazenda da Gameleira
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte da antiga Fazenda da Gameleira, o bairro teve seus primeiros loteamentos aprovados na década de 1920. Situado próximo à linha férrea, foi ocupado lentamente por casas.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Guarda do Congado Nossa Senhora do Rosário Aparecida

MADRE GERTRUDES

• ORIGEM DO NOME: Homenagem à fundadora da congregação Irmãs Sacramentinas, que mantêm seu instituto no bairro.
• OUTROS NOMES: Vila Magnesita
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizado às margens do Anel Rodoviário, os primeiros loteamentos do bairro foram aprovados na década de 1950, época em que a rodovia era construída. Sua ocupação se intensificou na década de 1960, com a construção de conjuntos habitacionais.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Instituto das Irmãs Sacramentinas de Bérgamo.

MARAJÓ

• OUTROS NOMES: Vila Flórida
• ORIGEM DO BAIRRO: Localizada em área da antiga Fazenda do Cercadinho, o bairro foi oficializado no início dos anos 1980, época em que várias ruas e casas já estavam instaladas ali.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Congregação das Irmãs Franciscanas Alcantarinas
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Córrego Ponte Queimada.

MORRO DAS PEDRAS

• ORIGEM DO NOME: Referência à pedreira que existiu ali.
• OUTROS NOMES: Pedreira Morro das Pedras
• ORIGEM DO BAIRRO: Situada em área de pedreira que forneceu material desde o início da construção de Belo Horizonte, a região começou a ser povoada por famílias retiradas de antigas favelas da cidade ainda na década de 1930. Sua grande expansão aconteceu a partir dos anos 1950.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Centro Social da Vila São Jorge

NOVA BARROCA

• OUTROS NOMES: Havaí
• ORIGEM DO BAIRRO: Situado na região da antiga Fazenda do Cercadinho, foi oficializado, nos anos 1970, como parte do bairro Havaí. Sua ocupação se intensificou no final da década de 1980.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Escola Estadual Doutor Simão Tamm Bias Fortes

NOVA CINTRA

• ORIGEM DO NOME: Vila Nova Cintra
• OUTROS NOMES: Fazenda Imbaúbas
• ORIGEM DO BAIRRO: O bairro teve seus primeiros loteamentos aprovados no início dos anos 1930. A ocupação da região, no entanto, se expandiu a partir da década de 1950.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Cemitério Parque da Colina
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Praça Cardeal Arco Verde

NOVA GAMELEIRA

• ORIGEM DO NOME: Referência ao bairro vizinho Gameleira, cujo nome se deve à Fazenda da Gameleira.
• OUTROS NOMES: Fazenda da Gameleira
• ORIGEM DO BAIRRO: Situado na área da antiga Fazenda da Gameleira, o bairro teve seus primeiros loteamentos oficializados na década de 1950. Sua ocupação se intensificou na década de 1980.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Conjunto Habitacional Henrique Silva Araújo
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Alvorada Futebol Clube

NOVA GRANADA

• ORIGEM DO NOME: Parque Nova Granada
• OUTROS NOMES: Vila Filomena
• ORIGEM DO BAIRRO: A aprovação dos primeiros loteamentos do bairro Nova Granada aconteceu no final dos anos 1920. A ocupação, contudo, foi lenta. Apenas com a construção das avenidas Silva Lobo e Barão Homem de Melo o povoamento se intensificou.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Escola Estadual Mário Casassanta

NOVA SUÍSSA

• ORIGEM DO NOME: Vila Nova Suíssa, referência ao país de origem do proprietário do loteamento, Carlos Norder.
• OUTROS NOMES: Vila Adelina
• ORIGEM DO BAIRRO: O bairro teve seus primeiros loteamentos aprovados na década de 1920, como vilas Nova Suíssa, Adelina, Ambrosina, Atlântida e Marinhos. A extensão da Avenida Amazonas, na década de 1940, favoreceu a ocupação da região.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: CEFET-MG - Campus I

PALMEIRAS

• ORIGEM DO NOME: Chácara das Palmeiras
• OUTROS NOMES: Fazenda do Cercadinho
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte da antiga Fazenda do Cercadinho, a região de características rurais teve seus primeiros loteamentos oficializados no final da década de 1970, época em que já era parcialmente ocupada.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Avenida Raul Mourão Guimarães

PARQUE SÃO JOSÉ

• OUTROS NOMES: Cinquentenário
• ORIGEM DO BAIRRO: Teve seus primeiros loteamentos oficializados na década de 1980. Sua ocupação iniciou-se antes disso, sem aprovação.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Praça São José

PATROCÍNIO

• ORIGEM DO NOME: Vila Patrocínio
• OUTROS NOMES: Vila Vista Alegre
• ORIGEM DO BAIRRO: Próximo de bairros já povoados, foi oficializado em meados dos anos 1970, época a partir da qual começou a ser ocupado.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Escola Municipal João do Patrocínio

PRADO

• ORIGEM DO NOME: Devido ao Prado Mineiro, um hipódromo, construído nos anos 1900, hoje ocupado pela Polícia Militar do Estado de Minas Gerais.
• OUTROS NOMES: 4ª Seção Suburbana
• ORIGEM DO BAIRRO: Parte da antiga Fazenda do Calafate, começou a ser povoado desde o início da cidade. Sediou pequenas fábricas, na maioria propriedade de imigrantes. Foi o primeiro bairro a se urbanizar na Regional Oeste.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Rua Platina
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Prado Mineiro

SALGADO FILHO

• ORIGEM DO NOME: Homenagem, feita em 1950, ao Ministro da Aeronáutica Joaquim Pedro Salgado Filho.
• OUTROS NOMES: Vila Mato da Lenha
• ORIGEM DO BAIRRO: Na década de 1940, a região da antiga Fazenda Mato da Lenha, foi loteada para receber famílias que estavam sendo removidas de outras regiões da cidade, como a Pedreira Prado Lopes.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Centro Cultural Salgado Filho

VILA GLALIJÁ

• OUTROS NOMES: Vila Esporte Clube
• ORIGEM DO BAIRRO: Situada às margens do Anel Rodoviário, a Vila Glalijá é composta por casas, construídas a partir da década de 1960, em loteamento não aprovado.

VISTA ALEGRE

• ORIGEM DO NOME: Vila Vista Alegre
• OUTROS NOMES: Vila São José
• ORIGEM DO BAIRRO: A aprovação dos primeiros loteamentos do bairro aconteceu na década de 1970, época em que muitas casas já haviam sido construídas na região.
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PRESENTE: Centro de Saúde Cícero Idelfonso
• REFERÊNCIAS URBANAS DO PASSADO: Centro Comunitário do Bairro Vista Alegre

Comentários