FecharX

Campanha propõe dia de ir de bicicleta ao trabalho e mapeia empresas amigas do ciclista

As ações acontecerão em pontos com grande fluxo de ciclistas e vão contar com café da manhã, bate-papo e dicas de mobilidade urbana


Créditos da imagem: Acervo/BH em Ciclo
Main whatsapp image 2019 05 08 at 17.47.06  1
Júlia Alves
08/05 às 17:52
Atualizado em 08/05 às 17:53

Que tal tirar um dia para ir ao trabalho de bicicleta? Você pode evitar o congestionamento matinal, economizar com a gasolina e, de quebra, manter um hábito saudável. A campanha De Bike ao Trabalho vai propor esse desafio. Mantendo o foco na mobilidade urbana e na saúde dos belo-horizontinos, a ação vai levar a pauta para as empresas da capital e explorar como elas podem contribuir para a utilização de meios de transporte alternativos por seus funcionários.

A campanha – que começou em São Paulo, em 2013 – acontece nesta sexta-feira (10) e será promovida pela Bike Anjo BH com o apoio da BH em Ciclo, grupos que incentivam o uso da bicicleta e realizam estudos sobre os hábitos dos ciclistas da cidade. O dia terá ações em pontos com grande fluxo de pessoas e vai funcionar como uma blitz, com distribuição de panfletos, bate-papo e café da manhã, além de dicas sobre mecânica. Confira mais informações sobre a atividade.

Este ano, as ações serão mais descentralizadas, fugindo da região Centro-Sul com ações na avenida Vilarinho, em Venda Nova, e na ciclovia da Andradas. “Nós queremos conversar com os ciclistas, entender o trajeto feito por eles, os obstáculos que enfrentam, além das mudanças que a bicicleta trouxe para o cotidiano deles”, conta Marcos Gomes, um dos membros do BH em Ciclo.

As ações também vão trazer a discussão sobre o Plano de Mobilidade Urbana, o PlanMob-BH, e o Plano de Ação para Mobilidade por Bicicleta, o PlanBici, que tem como objetivo fazer com que 2% dos deslocamentos diários sejam percorridos por bicicleta, – hoje a porcentagem é de 0,4. A ideia da campanha é que as pessoas entendam melhor sobre as propostas para a mobilidade na cidade, principalmente, sobre as ciclovias e o transporte alternativo. Veja mais sobre as propostas do poder público para a questão.


Crédito da imagem: Acervo/BH em Ciclo

Como as empresas podem contribuir?

Além das ações, a campanha também faz um chamado para mapear as Empresas Amigas da Bike. Por meio de um formulário simples, no site da campanha, a empresa submete seu perfil como apoiadora e incentivadora dessa prática entre seus colaboradores. O objetivo com isso é criar um banco de dados das boas práticas oferecidas a fim de mobilizar incentivos fiscais e benefícios para as empresas que estimulem e valorizem a bicicleta e a mobilidade ativa.

“A empresa que é amiga da bike é aquela que destina vagas para bicicletário e um espaço seguro para bicicletas. A ideia é ter uma estrutura confortável e disponível para receber os trabalhadores que são ciclistas”, pontua Marcos.

Os dados das empresas inscritas serão recebidos pela central do Bike Anjo em São Paulo e repassados os grupos de BH, que montarão o mapa com todas as instituições participantes que tenham estruturas voltadas para os ciclistas. O material ficará disponível para consulta dos belo-horizontinos. Na capital, algumas instituições já são ‘amigas da bike’, como a Câmara Municipal, o Boulevard Shopping e outras.

Tags:
  • bike anjo
  • bh em ciclo
  • mobilidade urbana
  • bicicleta
  • bh
  • ciclista
Comentários

Comentários