FecharX

Aeroporto Internacional de BH investe na coleta seletiva com geração de renda

Todo o material é doado a uma associação de catadores de Lagoa Santa, a Ascamare


Créditos da imagem: Acervo / BH Airport
Main capa
Redação Sou BH
06/06 às 16:20
Atualizado em 06/06 às 16:20

Especial publicitário - Este material é patrocinado* 

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, administrado pela BH Airport, desenvolveu o programa Coleta Seletiva Solidária e desde então já coletou 1.200 toneladas de material reciclável nos últimos cinco anos. Todo o material é doado à Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Lagoa Santa (Ascamare), gerando renda para 27 famílias que fazem parte da associação.

A BH Airport ainda realizou treinamentos para a capacitação dos afiliados da Ascamare, que incluíram aspectos de Saúde e Segurança do Trabalho e Meio Ambiente, noções de classificação dos resíduos e de prevenção e combate à princípios de incêndio.

Considerado um dos programas mais bem-sucedidos do aeroporto, o Coleta Seletiva Solidária da BH Airport conta com a importante parceria da Azul Linhas Aéreas, por meio do ReciclAzul. Desde o mês de maio, a empresa ampliou o programa. Além das latinhas de refrigerante, a companhia aérea estabeleceu que todos os resíduos recicláveis gerados a bordo, durante vôos domésticos com destino ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, sejam destinados à Ascamare.

Para o gestor de Segurança e Processos Integrados da BH Airport, Douglas Gameiro, os resultados do programa demonstram o compromisso da empresa com a responsabilidade socioambiental. "Além reforçar a operação sustentável do aeroporto, o programa fortalece o trabalho dos catadores de material reciclável e a gestão dos resíduos sólidos no local", afirma.

Manejo de fauna

Outra iniciativa que alia a responsabilidade ambiental à garantia da segurança das operações do Aeroporto é o Programa de Gerenciamento do Risco da Fauna (PGRF), que busca reduzir progressivamente o risco de colisão entre aeronaves e animais no sítio aeroportuário. Realizado por uma equipe composta por biólogos, veterinários e técnicos ambientais, o programa emprega técnicas de captura e afugentamento de animais na área operacional sempre levando em consideração o bem-estar da fauna. A ação também conscientiza os colaboradores que trabalham no Aeroporto e a população do entorno sobre a presença de resíduos e a alimentação em área operacional, pois, elas podem atrair os animais e trazer riscos às operações do Aeroporto.

*O conteúdo é de responsabilidade do anunciante 

Comentários