FecharX

Restaurantes da alta gastronomia migram para delivery sem perder requinte

Estabelecimentos recorrem a embalagens mais sofisticadas e, até mesmo, adaptam alguns pratos



Créditos da imagem: Victor Schwaner
Main destaque risoto surf and turf   cr%c3%a9dito victor schwaner
Risoto Surf and Turf
Redação
30/05 às 17:00
Atualizado em 30/05 às 17:00

Como a sensação de ir a um restaurante de alta gastronomia está temporariamente suspensa devido ao período de isolamento social, o desafio atual dos chefs e estabelecimentos renomados de Belo Horizonte é tentar levar esta experiência, da forma mais fiel possível, aos lares dos clientes, buscando oferecer uma comida que encanta não só pelo sabor, mas também nos mínimos detalhes. Por isso, casas que antes nunca tinham trabalhado com o delivery precisaram aderir a este formato de vendas sem abrir mão do requinte e qualidade.

 

O GomeZ Restaurante, por exemplo, especializado em culinária contemporânea no Lourdes, entrou no aplicativo Ifood. Segundo o proprietário do estabelecimento, Renzo Sudário, foi necessário adaptar alguns pratos do menu para que o cliente possa receber o mesmo padrão de excelência em casa, como se estivesse no restaurante. “Em nosso cardápio temos, por exemplo, um Entrecôte que leva molho roti e alguns legumes. Porém, ao colocarmos todos eles na embalagem para serem entregues via delivery, percebemos que o molho poderia chegar ao seu destino já frio. Por causa disso optamos por fazer este prato com molho au poivre”, conta.

 

E nesse processo de mudanças, até o tipo de embalagem para armazenar os pratos influenciou na escolha final daqueles que seriam oferecidos no delivery. “Os pratos que, ao serem armazenados [nas embalagens], continuaram bonitos, do ponto de vista estético, migraram para o serviço”, explica Sudário revelando que já pensa, inclusive, em manter o delivery mesmo após o fim do isolamento social.

 

Já o D’Agostim di Paratella, conhecido por trazer a autêntica cozinha italiana para os belo-horizontinos, optou por não alterar o método de preparo dos pratos que, além de estarem no delivery próprio da casa - (31) 9 9172-7893 -, são oferecidos no modelo take out. De acordo com o chef Paratella Matheus, a maior preocupação foi encontrar uma embalagem prática e acessível para armazená-los. “Nossa escolha foi pelos vasilhames de alumínio. Eles permitem que o prato vá direto para o forno”.

 

Como a trattoria trabalha, também, com combos, o cliente pode comprar um antepasto, um item da seção ‘direto para o forno’ (lasanha ou pasta gratinada), uma opção de massa e molho, além de sobremesa e garrafa de vinho 750ml (tinto ou branco), o cuidado é, sempre, separar os pratos quentes dos frios.

Tags:
  • sou bh
  • Delivery
  • alta gastronomia
Comentários

Comentários