FecharX

Restaurante L'Entrecôte de Paris abre primeira unidade na capital mineira

A casa é especializada em um prato único, o "noix d'entrecôte" - corte francês da parte nobre do contrafilé


Créditos da imagem: Reprodução Site Oficial
Main 221331 restaurante paris
Estabelecimento está previsto para começar a funcionar em junho
Redação Sou BH
06/04/15 às 19:26
Atualizado em 01/02 às 17:17

Por Nádia de Assis, do Diário do Comércio

A rede de franquias de restaurantes L'Entrecôte de Paris prepara-se para inaugurar a sua primeira unidade na capital mineira, prevista para começar a funcionar em junho. A casa é especializada em um prato único, o noix d'entrecôte (corte francês da parte nobre do contrafilé), acompanhado de batatas fritas e um molho especial. Atualmente, já são 13 unidades em funcionamento no país.

Segundo o gerente-geral da rede, Rodrigo Ferreira, a localização é mantida em sigilo, mas será anunciada em meados de abril. O valor investido na abertura do restaurante é de R$ 1,6 milhão, montante que inclui taxa de franquia, capital de giro, obras de reforma do ponto, mobiliário e estoque inicial. A expectativa é de que o retorno do aporte inicial seja obtido em aproximadamente 26 meses.

O L'Entrecôte de Paris em Belo Horizonte terá área total de 240 metros quadrados e capacidade para até 80 pessoas. O tíquete médio está estimado entre R$ 75 e R$ 80, valor que, conforme Ferreira, inclui prato principal, bebida, sobremesa e cafezinho. "O foco dos negócios vai desde a classe C até a A. Não temos distinção de faixa etária, afinal pessoas de todas as idades apreciam um bom bife com batata frita", diz.

Além disso, ele ressalta que a casa pretende atrair aqueles que já tiveram a oportunidade de degustar o prato no tradicional restaurante instalado na capital francesa. "Essa nostalgia de quem já esteve em Paris também faz parte do nosso negócio", acrescenta.

Concorrência

A capital mineira abriga um outro restaurante especializado no mesmo prato, batizado de L'Entrecôte et Frites Tous les Jours. Ele foi inaugurado em 2011 em Lourdes, na região Centro-Sul. A respeito da concorrência, Ferreira acredita que ela pode conseguir beneficiar os negócios dos dois estabelecimentos. "A concorrência é sempre saudável, pois nossa operação deve chamar uma clientela que, possivelmente, o outro ainda não atraiu. Além disso, o consumidor pode querer ir aos dois até mesmo para fazer uma comparação entre eles", justifica.

De acordo com Ferreira, outras unidades não estão previstas para Minas Gerais por enquanto. Isso porque, antes é necessário avaliar o desempenho na capital mineira e, posteriormente, analisar a possibilidade de levar a marca a outras cidades de grande porte, entre elas Juiz de Fora (Zona da Mata) e Uberlândia (Triângulo). A rede tem 12 unidades comercializadas e em fase de implantação, sendo que oito delas entram em funcionamento ao longo de 2015. 

Comentários