FecharX

Quinta é dia de feira na Savassi

Das compras ao happy hour, a feirinha da região é uma ótima opção para começar o final de semana


Créditos da imagem: Charles Tôrres
Main savassi 20140918145849
Feirinha da Savassi atrai o público às quintas-feiras
Redação Sou BH
20/01/16 às 14:43
Atualizado em 01/02 às 17:59

Por Débora Gomes, jornalista Sou BH

Conhecida por seus bares e pelas diversas opções de lazer que proporciona, a Savassi é a queridinha de muitos belo-horizontinos. Seja para um café da manhã em uma cafeteria com mesinhas na varanda, para um almoço atendendo a todos os gostos, ou para os amantes de uma cerveja bem gelada, a região está aberta a receber o público de várias tribos. E, quando o quesito é happy hour, as quintas-feiras são bem mais animadas por lá. Famosa principalmente entre os jovens, a Feirinha da Savassi movimenta os quarteirões das ruas Tomé de Souza e Pernambuco.

Para quem gosta de cerveja, ela é comercializada bem gelada, em diversas barracas armadas pela rua. As vendas da bebida, segundo os comerciantes, aumentam consideravelmente no período da noite, quando as pessoas deixam o trabalho. Opções de tira gosto também não faltam. O tropeiro, tão amado pelos mineiros, é vendido da forma tradicional: com ovo frito, couve e bastante torresmo. Os espetinhos de diversos sabores também fazem sucesso e dão ao ambiente um cheirinho de feira e boa comida. Os preços variam. É possível encontrar espetinhos por R$7 e o tropeiro não passa de R$12.

Como toda boa feira, o local também atrai pelas frutas e verduras frescas, comercializadas em barracas limpas e com qualidade garantida. “Fazer feira em plena quinta-feira depois das 17h e ainda ter vegetais e folhas frescas é luxo puro”, avalia a jornalista Ana Sandim, que vai ao local sempre que pode. “Eu gosto do clima, das pessoas, das comidinhas”, completa.

Os amantes de doces também têm seu lugar. Balas, chocolates, doce de leite e goiabada com queijo são os preferidos.

Ficou com vontade de conhecer um pouco mais da Feirinha? As barracas começam a ser armadas às quintas-feiras, por volta de 14h, na rua Tomé de Souza, entre a rua Pernambuco e a avenida Cristóvão Colombo, ao lado da Praça Diogo Vasconcelos.

Comentários