FecharX

5 lugares para comer na madrugada

Bateu aquela fome na na calada da noite? Confira a lista com 5 lugares pra comer à noite em BH


Créditos da imagem: Eddie Fine Burgers
Main 141502 lugares para comer na madrugada eddies
Prato do Eddie Fine Burgers
Redação Sou BH
13/04/15 às 09:52

Por Calebe Bezerra, do Blog Eu já Comi

E aquela comida na calada da noite, depois da balada ou até quem sabe depois do rala-e-rola, #quemnunca? O problema é aquele que você já sabe: quem tem vontade, não tem lugar, e quando tem lugar, você não tem com quem. Pois (alguns) dos seus problemas terminam agora! Fizemos uma listinha com 5 lugares "phinos" pra comer à noite em BH. De um deles, você não escapa!

Bolão

Após idas e vindas, subidas e descidas, o Bolão continua sendo, e sempre será, mesmo quando deixar de existir, referência de fim de noite em BH. Ele gosta de falar que é o Rei do Espaguete, mas eu sempre prefiro escalar o Rochedão – um mexidão servido que pode acompanhar bife, ovo e outras cositas más. O Bolão preenche os requisitos de um boteco tradicional, tipo o garçom te servir usando duas colheres e com uma mão só, inclusive a parte de partir o bife. Ou seja, se estiver com um turista a tiracolo, é lá que ele vai ter a verdadeira Uai-Gringo Experience.

Chopp da Fábrica

Eu nunca tomei Chopp lá, sempre fico na cerveja de garrafa por que é mais coisa de amigos. Por outro lado, já comi de tudo, desde um parmegiana, até o mexidasso com um pouco de tudo o que tem na cozinha, aquele que você capricha na pimenta e manda completar com um zoiudo (ovo frito para os jovens). Tem uma pegada bem tradicional e também serve porções pra quem só quer petiscar. Fica facinho de chegar. Afinal, em BH, se tá na Contorno tá aqui pertim.

Eddies Fine Burgers

Pra quem quer uma continuação da baladinha, no clima cool, hypado e charmoso, o Eddies resolveu ficar aberto até mais tarde – sextas e sábados estão indo madrugada adentro, tipo 5h da manhã. Um dos pioneiros no Burger estilo americano em BH, que agora se espalhou por toda a cidade, continua fazendo hambúrgueres incríveis desde sempre. Difícil é evitar comer o Eddies, que é o carro-chefe da casa. Só se for para comer o tex-mex, que é o segundo mais pedido. E precisa soletrar milk shake de Ovomaltine? Não né, você entendeu o recado.

La Greppia

Existe algum adjetivo mais superlativo que tradicionalissíssimo pra falar desse lugar que costumava ter teclado ao vivo nos domingos e ainda ostenta fotos incríveis da antiga BH? O La Greppia é de uma onda boêmia bastante misturada e inclusiva nos quesitos idade, renda, gênero e propósito de vida. Você encontra um grupo de músicos, um casal apaixonado, uma galera que encheu a cara no Maletta, um grupo cult que viu um espetáculo no Palácio das Artes, e até um velhinho sozinho, coitado. Claro, ninguém cometendo excessos, afinal é uma casa de família. As massas da nonna estão lá te esperando, 24h.

Rei do Pastel

Ressaca antecipada combina com fritura. O Rei é rei por um motivo, porque lá tudo pode. Pode beber até encher a cara. Pode rir muito alto e cair da cadeira, é tudo normal. Pode arriscar flertar, paquerar, namorar e até almejar algo mais – tem espaço pra tudo. Confesso que a última vez que fui lá e vi aquele pessoal sentando às 4h da manhã e pedindo uma cerveja, me senti enferrujado. Mas descontei toda a raiva num pastel de palmito. E fechei com um de banana pra dormir com a boca docinha.

É isso aí, nem tudo acaba em pizza, ainda mais na Capital Mundial dos Botecos. Mas se ainda não for tão tarde, ou você quiser variar o cardápio, dá uma olhada nessa outra lista de restaurantes em BH. Cheers!

Comentários