FecharX

Produtos da ceia de Natal ficarão mais caros neste ano

Pesquisa do Mercado Mineiro mostra um aumento de diferentes segmentos em relação ao ano passado


Créditos da imagem: Rawpixel/Shutterstock
Main 133950 shutterstock 513248371
Redação Sou BH
26/11/18 às 17:35
Atualizado em 01/02 às 17:44

O Natal está batendo à porta, e os belo-horizontinos já estão pensando na ceia. Porém, este ano, alguns preços podem ficar um pouco mais salgados. De acordo com o site de pesquisas Mercado Mineiro, comparando os valores médios de novembro do ano passado e novembro de 2018, foram detectados aumentos em alguns segmentos e quedas em outros.

Esse primeiro levantamento de preços dos produtos da ceia de Natal foi feito em novembro. O Mercado Mineiro consultou os principais supermercados e lojas do Mercado Central, sendo ao todo 20 estabelecimentos e 75 produtos.

Na comparação entre os mesmos períodos de 2017 e 2018, foram encontrados alguns aumentos e algumas quedas entre diferentes produtos. O quilo do peru Perdigão, por exemplo, custava em média R$14,98 e subiu para R$17,18, sendo um aumento de 14,69% em um ano. Assim como o quilo do bacalhau Porto, que custava em média R$ 85,92 e subiu para R$94,27, com um aumento de 9,72%. Já o quilo da castanha do Pará inteira, que custava em média R$62,38, subiu para R$83,74, um aumento de 34%.

Os Espumantes também aumentaram. O Chandon Brut de 750ml, que custava em média R$ 85,69, subiu para R$93,50, um aumento de 9%. O Espumante Miolo Brut de 750ml que custava em média R$68,92, subiu para R$ 74,53, um aumento de 8%. As quedas mais expressivas foram no quilo do Pernil com osso, que caiu de R$11,74 para R$9,44, no quilo, que corresponde a uma redução de 19,59%.

O Mercado Mineiro vai acompanhar os preços dos produtos da ceia até a virada do ano. A pesquisa completa está disponível no site.

Comentários