FecharX

Amigos lançam modelo de negócio inovador no setor de serviços

A Viva Eventos, especializada na organização de formaturas, cresceu com apoio do projeto Minas Franquia, do Sebrae


Créditos da imagem: Divulgação/ Sebrae Minas
Main 175611 29.10 case viva eventos
Redação Sou BH
30/10/18 às 14:56
Atualizado em 11/02 às 17:00

Especial publicitário - Este material é patrocinado*

A festa de formatura é um momento muito desejado pela maioria dos estudantes. Pensando na importância do evento, empreendedores da Zona da Mata mineira criaram a Viva Eventos, uma empresa dedicada exclusivamente ao ramo de formaturas. “Cuidamos de toda a organização, da arrecadação e planejamento à execução do evento”, diz Renato Filgueiras, diretor de expansão.

Tudo começou em 2003, quando cinco amigos universitários – Filgueiras, Marcelo Gonçalves, Vitor Pedrosa, Fernando Sotrate e Mylliano Salomão – resolveram fazer uma integração entre os cursos que frequentavam na Universidade Federal de Juiz de Fora. A festa foi um sucesso e eles ainda saíram com lucro. Após organizarem suas próprias formaturas e receberem pedidos para auxiliarem as dos amigos, eles criaram a empresa em 2007.

Mais tarde, com apoio do programa Minas Franquia, do Sebrae, a Viva Eventos desenvolveu um modelo pioneiro de franchising, abrindo uma vantagem competitiva frente à concorrência.

Nem tudo foi fácil no caminho da empresa. Ao criar um modelo de negócio inovador, a Viva não pôde se valer do benchmarking, uma vez que não havia nenhuma referência do serviço no mercado. O grupo também enfrentou desafios em relação à cultura das diferentes regiões que passaram a atender por meio das franqueadas. “Entender as peculiaridades de cada região faz toda a diferença para termos sucesso no processo de expansão”, afirma Filgueiras.

A participação no Minas Franquia foi em 2011, quando a Viva experimentou um salto. Em Juiz de Fora estão a sede da franqueadora e a unidade própria da marca, que é utilizada como franquia-modelo para lançamentos de campanhas e novos produtos. A primeira unidade fora da cidade foi implantada em Belo Horizonte, e a franquia pioneira surgiu em Ipatinga, no Vale do Aço.

Atualmente, a Viva atende a mais de 200 cidades, por meio de 22 unidades na região Sudeste. “O Sebrae foi um aliado muito importante, pois facilitou e proporcionou a estruturação do modelo de negócio, além da nossa capacitação para o mercado de franchising”, comenta Filgueiras.

Maior do país no seu segmento, a Viva segue em busca de novos parceiros e mercados. “Procuramos pessoas com perfil jovem e empreendedor, que gostem de lidar com pessoas, de colocar a mão na massa e, principalmente, que tenham um propósito alinhado ao nosso negócio”, ressalta o diretor de expansão.

Os interessados devem entrar no site e preencher o formulário. O investimento inicial para abertura de franquia, incluindo a respectiva taxa, adequação do ponto comercial e capital de giro é de R$ 150 mil e o retorno é estimado entre 18 e 36 meses. O preço de cada evento de formatura varia de R$ 3 mil a R$ 15 mil por aluno.

*O conteúdo é de responsabilidade do anunciante

Comentários