FecharX

13º será usado para o pagamento de dívidas

<p>Em Minas Gerais o pagamento do benefício deverá injetar na economia um valor aproximado de R$ 12,99 bilhões e em Belo Horizonte R$ 2,3 bilhões</p>



Créditos da imagem: Reprodução
Main 6 salario
Reprodução
Redação Sou BH
12/08/14 às 10:37
Atualizado em 01/02/19 às 17:18

Com a liberação da primeira parcela do 13º salário neste mês, comerciantes esperam que os consumidores inadimplentes procurem o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) para saldar dívidas. De acordo com a economista da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), Ana Paula Bastos, sem dívidas o consumidor pode voltar a comprar a prazo.

?Tradicionalmente os recursos oriundos do pagamento do 13º salário são direcionados para o pagamento de dívidas, para quem as possui, consumo de artigos de Natal e reserva financeira?, explica. ?Além disso, é preciso reservar uma parte do 13º salário para futuras emergências?, completa.

Até o final de 2013 devem ser injetados na economia brasileira cerca de R$ 143 bilhões em razão do pagamento do 13º salário, valor 9,2% maior que o estimado para o ano passado segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O montante ? cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) do país ? inclui todos os trabalhadores do mercado formal, inclusive os empregados domésticos e beneficiários da Previdência Social. Aproximadamente R$ 83,2 milhões de brasileiros devem ser beneficiados.

Em Minas Gerais o pagamento do benefício injetará na economia um valor aproximado de R$ 12,99 bilhões, enquanto em Belo Horizonte será de R$ 2,3 milhões.

Pesquisa. Levantamento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) com 404 consumidores da capital mineira entre os dias 2 e 16 de outubro apontou que a maioria (41,1%) dos belo-horizontinos utilizará o décimo terceiro para o pagamento de dívidas. Em seguida estão: economizar (33,05%); compra de presentes (12,29%); viagens (9,75%); compra de roupas (3,81%) e não sabem (2,97%).

Comentários