FecharX

Taxistas apostam em segurança e descontos e criam aplicativo para competir no mercado de mobilidade urbana

Sincavir, sindicato da categoria, desenvolve aplicativo e promete preços 30% menores do que os praticados na bandeira 1


Créditos da imagem: Divulgação/BHTrans
Main 213451 taxi app bhtrans
Redação Sou BH
02/05/18 às 19:04
Atualizado em 01/02 às 17:32

Por Daniele Franco

O mercado da mobilidade urbana em Belo Horizonte ganha mais um concorrente, o TXS2. Idealizado pelo Sindicato dos Taxistas de Minas Gerais (Sincavir) e lançado oficialmente nesta quarta-feira (2), o aplicativo busca oferecer uma alternativa segura no transporte de passageiros através de táxis.

"Nossa ideia era criar um app que tivesse como diferencial muito mais o ser do que o ter", contou ao SouBH o presidente do Sincavir, Avelino Moreira de Araújo. Desta ideia nasceu o TXS2, que em parceria com outras duas empresas, uma agência de inovação e uma desenvolvedora, busca criar um link entre a população e o taxista através da segurança.

De acordo com Araújo, o TXS2 traz alternativas de transporte e de melhoria no serviço dos taxistas da capital. No caso do preço, embora siga os praticados atualmente, Araújo promete que a plataforma vai oferecer descontos regularmente, o que tornará as tarifas competitivas em comparação com os outros apps de mobilidade do mercado. "Além disso, temos ainda a garantia de que os motoristas serão os mais experientes, cuidadosamente avaliados pelos próprios usuários e inseridos num contexto de educação continuada. Mesmo depois de aprovado na plataforma, se um motorista estiver com uma pontuação baixa, ele terá de passar pelos nossos cursos capacitantes".

Outro diferencial apontado por Araújo é a possibilidade de os táxis passarem pelas pistas do sistema MOVE em BH, o que facilita a chegada do passageiro ao destino desejado em menos tempo do que o habitual. 

A plataforma tem versão para os taxistas e para os passageiros. O pré-cadastro dos motoristas já está sendo feito e, segundo Araújo, serão avaliados os registros dos taxistas nos órgãos reguladores, suas advertências e sua ficha criminal.

Muitas reclamações de usuários que não conseguem se cadastrar estão sendo feitas na página do app nas lojas de aplicativos. Ao SouBH, Araújo explicou que somente a partir de quinta-feira os serviços estarão disponíveis para os passageiros.

Como funciona

Foto: Divulgação

Para usar o TXS2, o passageiro deve baixar o app e criar uma conta. A dinâmica é bem parecida com o que se tem no mercado hoje. Os endereços de partida e chegada são inseridos pelo usuário e o app faz uma estimativa do valor, que poderá ser pago através de todos os cartões, dinheiro e até mesmo moedas virtuais, como Bitcoins. Ao final, a corrida poderá ser avaliada e o passageiro poderá apontar os pontos que precisam de melhora.

No caso dos taxistas que quiserem usar o aplicativo, o TXS2 garante menores taxas pelo serviço, pelo cartão e pela antecipação do pagamento, segurança no login do usuário, que é feito através do CPF, gestão da própria receita, premiações por desempenho e qualificação da categoria através dos treinamentos.

Comentários