FecharX

Bloco Quando Come se Lambuza lança bateria inclusiva neste carnaval

Uma plataforma móvel vai permitir que folião cadeirante toque no desfile com conforto e segurança


Créditos da imagem: Phillipe Guimarães
Main qcsl   cr%c3%a9dito phillipe guimar%c3%a3es  3
Redação Sou BH
18/02 às 11:15
Atualizado em 01/03 às 13:50

Com a ideia de promover um carnaval inclusivo, onde não haja diferenças e todos possam aproveitar a folia, o bloco de rua Quando Come se Lambuza lança neste ano a Bateria Arredondante. O espaço vai abrigar os cadeirantes que vão tocar no desfile com segurança e conforto.

O grupo está sendo treinado por um percussionista e irá se apresentar no sábado de carnaval, junto com o desfile do bloco, em cima de uma plataforma móvel ou no asfalto dentro da corda. “O carnaval de BH já se consolidou como um dos maiores carnavais do Brasil, uma festa expressiva em número de blocos e turistas. Já está na hora de caminharmos no sentido de tornar essa festa mais acessível, com uma estrutura melhor para atender a todos os foliões”, explica Christiano Ottoni, produtor do Quando Come se Lambuza. O projeto é uma parceria com a Skol, a patrocinadora oficial da festa na cidade. 

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Belo Horizonte ressalta a questão da segurança para esse público durante a folia. “As ruas da cidade durante o carnaval ficam perigosas para quem está no plano médio ou tem mobilidade reduzida, ou seja, na altura da cintura da maior parte das pessoas. A bateria de cadeirantes vem para dar visibilidade àqueles que ficam invisíveis no meio da multidão”, destaca Eliane Vieira, consultora especializada em inclusão e representante do conselho.

Acompanhe a cobertura do carnaval de Belo Horizonte no Sou BH com patrocínio do banco BS2 e apoio da Claro.

Tags:
  • quandocomeselambuza
  • skol
  • bateria
  • bateriainclusiva
  • desfile
  • cadeirantes
  • carnavalinclusivo
  • inclusao
Comentários

Comentários