FecharX

Relembre alguns filmes brasileiros que fizeram sucesso no exterior

Em celebração ao cinema nacional, a lista foi montada a partir de uma seleção de longas premiados internacionalmente



Créditos da imagem: Bacurau/ Copyright Victor Jucá
Main 3242498.jpg r 1920 1080 f jpg q x xxyxx
Redação Sou BH
23/09 às 15:00
Atualizado em 23/09 às 15:00

O cinema brasileiro, desde a sua criação, tem se reinventado para dar vida a filmes cada vez mais inesquecíveis. Com longas que perpassam todos os gêneros da sétima arte, o cinema nacional conta com um repertório riquíssimo de clássicos emocionantes, com enredos envolventes e reviravoltas de deixar os espectadores ansiosos pelo próximo frame. Para valorizar as películas feitas no Brasil, essa lista foi montada a partir de produções de prestígio, que bombaram em vários cantos do mundo, e angariaram algumas premiações internacionais. Confira!

 

Central do Brasil (1998)

O filme narra a história de Dora, uma amargurada ex-professora, ganha a vida escrevendo cartas para pessoas analfabetas, que ditam o que querem contar às suas famílias. Um dia, Josué, o filho de nove anos de idade de uma de suas clientes, acaba sozinho quando a mãe é morta em um acidente de ônibus. Ela reluta em cuidar do menino, mas se junta a ele em uma viagem pelo interior do Nordeste em busca do pai de Josué, que ele nunca conheceu.

 O longa foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e ganhou na mesma categoria no Globo de Ouro, no Prêmio Bafta de cinema e outros, além de ter recebido o Urso de Ouro do Festival de Berlim. A atuação de Fernanda Montenegro lhe rendeu uma indicação de Melhor Atriz no Oscar e no Globo de Ouro, além de estatuetas no Festival de Berlim, New York e Los Angeles Film Critics e no Festival de Havana.



 

O Auto da Compadecida (2000)

O filme mostra as aventuras de João Grilo e Chicó, dois nordestinos pobres que vivem de golpes para sobreviver. Eles estão sempre enganando o povo de um pequeno vilarejo no sertão da Paraíba, inclusive o temido cangaceiro Severino de Aracaju, que os persegue pela região.

A produção, dirigida por Guel Arraes, venceu o prêmio do Festival de Filmes Brasileiros em Miami, nos EUA, além de outros troféus de melhor atuação em eventos espanhóis.



 

Cidade de Deus (2002)

Buscapé é um jovem pobre, negro e sensível, que cresce em um universo de muita violência. Ele vive na Cidade de Deus, favela carioca conhecida por ser um dos locais mais violentos do Rio. Amedrontado com a possibilidade de se tornar um bandido, Buscapé é salvo de seu destino por causa de seu talento como fotógrafo, o qual permite que siga carreira na profissão.

A produção foi indicada ao Oscar 2004 nas categorias de melhor direção, melhor roteiro adaptado, melhor edição e fotografia. Além disso, foi indicado ao Globo de Ouro e ao BAFTA como melhor filme estrangeiro - sendo que, no segundo festival, levou o troféu de melhor edição. No Festival de Havana, levou os prêmios de melhor filme, melhor ator, melhor fotografia e melhor montagem.



 

Tropa de Elite (2007)

O capitão da força especial da Polícia Militar do Rio de Janeiro treina dois recrutas novatos para que possam sucedê-lo. O filme de José Padilha ganhou o Urso de Ouro, o principal prêmio do Festival de Cinema de Berlim, e também ganhou como Melhor Filme no Festival Hola Lisboa.



 

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014)

Leonardo, um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel chega em seu colégio, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade.

O filme foi escolhido o melhor da mostra Panorama do Festival de Berlim pelo voto da crítica e ganhou o prêmio Teddy, destinado a longas com temática homossexual, no mesmo evento. Também ganhou o prêmio de Melhor Filme na escolha do público no Festival de cinema de Guadalajara e levou o troféu em festivais especializados em produções LGBTQIA+ em Honolulu, Los Angeles, Nova York, São Francisco e Torino.



 

Aquarius (2016)

Uma jornalista aposentada defende seu apartamento, onde viveu a vida toda, do assédio de uma construtora. O plano é demolir o edifício Aquarius e dar lugar a um grande empreendimento.

O filme foi indicado à Palma de Ouro do Festival de Cannes - a única produção latino-americana que concorreu ao troféu. Além do mais, venceu como melhor filme no Festival de Sidney, de Lima, Amsterdã e outros e foi incluído nas listas de melhores filmes de 2016 de diversos críticos brasileiros e estrangeiros.



 

Bacurau (2019)

Os moradores de um pequeno povoado do sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados.

A produção foi premiada com o Prêmio do Júri no Festival de Cannes de 2019. E, além de ter sido premiado em diversos festivais de cinema, o filme foi selecionado para mostras principais de eventos não competitivos prestigiados mundialmente, como o Festival de Nova York (NYFF).




Tags:
  • sou bh
  • belo horizonte
  • cinema nacional
  • filmes brasileiros
  • lista de filmes
Comentários

Comentários