FecharX

Nathalia Timberg faz única apresentação em BH

No Sesc Palladium, monólogo “Paixão” intercala trechos de poetas brasileiros e portugueses


Créditos da imagem: Divulgação
Main paixao 20141010173547
Nathalia Timberg encena espetáculo Paixão, no Sesc Palladium
Redação Sou BH
20/01/15 às 17:03
Atualizado em 01/02/19 às 18:01

Por Débora Gomes jornalista Sou BH

A emoção, a alegria e a dor de quem ama intensamente ganham o Grande Teatro Sesc Palladium (Av. Augusto de Lima, 420 - Centro), no domingo (19), com o monólogo “Paixão”. No palco, a dama do teatro brasileiro, Nathalia Timberg, faz as palavras fluírem na medida em que revela suas ilusões e desilusões amorosas.

O texto é uma adaptação teatral de “Os Dizeres do Amor”, capítulo do livro “E o que é o amor?”, da escritora brasileira Betty Milan. “É um espetáculo elegante que faz a plateia rir, chorar e se emocionar”, conta a autora. A peça intercala trechos de poemas de Adélia Prado, Fernando Pessoa, Manuel Bandeira, Florbela Espanca e outros poetas brasileiros e portugueses.

Com direção de Wolf Maia e trilha de Júlio Medaglia, o espetáculo estreou em 1994 e já foi encenado em quase todo o Brasil. A adaptação do texto foi feita com a colaboração do professor e linguista Haquira Osakabe, responsável pela pesquisa relativa às líricas portuguesa e brasileira.

A turnê atual comemora os 60 anos de carreira de Nathalia Timberg. Filha de pai polonês e mãe belga, a atriz se formou pela Escola de Belas Artes, destacando-se no teatro universitário. Tornou-se um mito nos palcos, atuando em montagens marcantes desde o início da carreira até as mais recentes como “Letti e Lotte” e “Conduzindo Miss Daisy”, ambas dirigidas por Bibi Ferreira.

A montagem é uma realização do Sesc e tem única apresentação no domingo (19), às 19h, com o apoio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.


Comentários