FecharX

Marcio Ballas fala de improviso e criatividade em BH

Ator e apresentador ministra palestra dentro da programação do #ClaroExperiências


Créditos da imagem: Divulgação
Main 142519 marcio ballas
Na palestra, Balas parte de três pontos centrais: o sim, o erro e o improviso
Redação Sou BH
20/01/15 às 17:01
Atualizado em 01/02/19 às 18:01

Por Débora Gomes jornalista Sou BH

Improviso e criatividade estão diretamente ligados. E, para falar dessa sintonia, o palhaço, ator, diretor e dramaturgo Marcio Ballas ministra, no dia 28 de novembro, a palestra “Improviso e Criatividade”. A atividade é parte da programação do Academia de Ideias, do projeto #ClaroExperiências.

Ballas viveu por três anos em Paris, onde estudou na “École Internationale de Théâtre Jacques Lecoq”. Lá, estudou a linguagem clown e fez vários trabalhos em projetos Sem Fronteiras. “Venho do Teatro do Improviso. O clown me ajuda a deixar tudo mais solto e leve em apresentações”, comenta o ator.

Em “Improviso e Criatividade”, Ballas parte de três pontos centrais para conduzir o público no desenvolvimento de um olhar criativo: o sim, o erro e o improviso. “O sim é o que chamamos de aceitação. Sobre as pessoas aceitarem suas ideias. É parte do processo criativo dizer sim para as pessoas que estão na mesa. A criação fica mais fértil a partir do sim”, explica.

Sobre o segundo ponto, Ballas afirma que o erro nada mais é que um resultado. “Na palestra, falo sobre pegar o erro e ver o que é possível fazer com ele. A pessoa precisa perceber que o erro é bem-vindo na criação”, avalia. Já o improviso, segundo o ator, funciona como um remanejamento de ideias. “É como rearranjar as coisas de outra maneira. É preciso saber do assunto que estiver improvisando”, completa.

Em toda a palestra, Ballas interage com o público, de forma que todos se sintam parte da atividade. “O público participa junto. Isso é muito importante para o entendimento”, afirma. Além das experiências no teatro, Ballas vem de uma carreira consolidada na TV. Foi apresentador dos programas “É Tudo Improviso” e “Cante se Puder”, além de “Os Incríveis” e “Esse Artista sou Eu”. “Gosto de todas as possibilidades que meu trabalho proporciona. Mas se tiver que escolher uma vertente, gosto muito do ao vivo do teatro. Gosto do contato com o público. No teatro as pessoas estão disponíveis pra você”, afirma Ballas.

A palestra “Improviso e Criatividade” é realizada na Fnac BH Shopping (Piso Mariana (4º Piso) - Loja 61), na terça-feira (28), às 20h, com entrada franca.


Comentários