FecharX

Mais perto de Deus pela música

A música gospel atrai cada dia mais ouvintes e fieis


Créditos da imagem: Rafael Duarte
Main 155213 banda diantedotrono
Diante do Trono é uma das mais importantes no cenário da música gospel nacional
Redação Sou BH
02/12/14 às 08:56
Atualizado em 01/02 às 18:03

Por Camila de Ávila, jornalista do Sou BH

Rosa de Saron, Stryper, Diante do Trono, Padre Fábio de Melo, Thales Roberto, Padre Marcelo Rossi, Aline Barros, Padre Reginaldo Manzotti, Padre Alessandro Campos. Estes são alguns nomes da música gospel nacional, que têm em comum a missão de levar a palavra de Deus por meio da música, com muita dedicação.

Vocalista da banda mineira Diante do Trono, da Igreja Batista da Lagoinha, Ana Paula Valadão também entra nesse time. A cantora começou sua vida acadêmica cursando direito, mas deixou as aulas para estudar nos EUA, na faculdade Christ for the Nations Institute. “Fiz o curso de teologia voltado para a música”, conta a cantora, que também é pastora, compositora e escritora. Ana começou a cantar bem nova, acompanhando sua mãe no coral da Igreja.  “Em 1998 gravamos o 1º CD de louvor na igreja evangélica e foi um sucesso. Nele tinha versões que fiz de músicas internacionais e canções que havia composto”, lembra.

O santo da igreja católica, Agostinho, disse que quem canta reza duas vezes. Ana Paula concorda com ele. “A música toca a alma, toca o coração e aquela que carrega uma mensagem bonita, positiva e de Deus vai até Ele”, ressalta. A cantora disse que a música é responsável por despertar nas pessoas o melhor delas, mas também o pior. “A letra da música carrega a mensagem que vai até Deus, o poder da oração se multiplica porque a música toca a alma. Por isso ela pode ser tão perigosa, porque a mensagem cantada tem mais força”, ressalta.

Ana Paula diz que não há um ritmo de música que não agrade a Deus. “Seria muito limitador dizer que Deus não está inserido nesta ou naquela música. Uma pessoa que gosta de heavy metal não gosta da música feita pelo Diante do Trono, por exemplo”, explica. A pastora deixa claro que o ritmo da música não influencia e sim a letra. “Já vimos jovens cometerem suicídio ouvindo músicas que continham letras pesadas e que mencionavam este ato. O ritmo não tem nada a ver, a questão é a letra, a mensagem que a música passa”, ressalta Ana Paula.

Ana Paula diz que Deus está em toda música. “Chamamos de graça comum. Ainda que o autor não pense em Deus e faça uma coisa bonita com uma mensagem positiva, Deus está lá. Ainda que o autor seja ateu, Deus está lá. Ele está nas formas de expressão musical e não podemos colocar limites”, afirma.

Com trombetas distorcidas e harpas envenenadas

Segundo Zeca Baleiro em sua canção “Heavy Metal do Senhor”, “o mercado tá de olho é no som que Deus criou” e, de acordo com o blog Território da Música, o crescimento deste nicho musical é de 15% ao ano. No Brasil, a música Gospel movimenta R$ 1,5 bilhão por ano e oferece emprego direto e indireto para cerca de dois milhões de pessoas.  Alguns cantores e pastores são verdadeiros superstars. Ana Paula Valadão tem em sua página no Facebook 2,5 milhões de curtidas, 883 mil followers em seu perfil no Twitter e 349 mil seguidores no Instagram. A banda da qual é vocalista, Diante do Trono, já levou para seus shows cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo uma apresentação realizada em Israel.

Como entidade, o Diante do Trono utiliza parte de seus recursos captados para o Projeto Índia, que é uma casa de restauração para meninas vítimas da prostituição infantil criada pelo grupo em 1998. Mais de 200 crianças passaram pelo projeto e muitas, recuperadas, trabalham na casa como líderes. Hoje, o Projeto Índia é reconhecido pela UNICEF como um projeto social transformador padrão, referência para outras organizações não governamentais.

O último lançamento do Diante do Trono é o CD e DVD “Tu Reinas”, gravado em show ao vivo na cidade de Juazeiro do Norte, na presença de mais de 30 mil pessoas. 


Comentários