FecharX

Françoise Forton brilha nos palcos de Belo Horizonte em ritmo de bolero

Em entrevista ao Sou BH, a atriz contou sua trajetória e detalhes da peça que traz para a capital


Créditos da imagem: Guga Melgar
Main foto guga melgar 16
Júnior Castro
07/06 às 08:00
Atualizado em 14/06 às 12:43

Bem-humorada e supersimpática! Françoise Forton bateu um papo com nosso portal e falou sobre carreira, vida e novos projetos. A atriz chega a Belo Horizonte com espetáculo “Minha Vida Daria Um Bolero”.

Com 51 anos de estrada e cheia de entusiasmo, Françoise relembrou o início de profissão e como conheceu uma de suas maiores inspirações profissionais e pessoais. Segundo ela, tudo começou em Brasília, ainda na infância. “Eu sempre gostei muito de arte! Quando era criança fazia canto lírico e balé, mas sempre de modo despretensioso. Nessa mesma época – início da capital federal –, era comum minha mãe receber artistas em casa, nesse período conheci a atriz Glauce Rocha, uma pessoa que mudou minha vida”, conta. 

Com o tempo, Glauce se tornou uma “segunda mãe” para a atriz. “Eu passava todas as minhas férias na casa dela, no Rio de Janeiro. Foi ela quem me deu meu primeiro livro de teatro e com quem fui morar aos 17 anos”. Já em terras cariocas, sua entrada para TV aconteceu rapidamente. “Fiz um teste e acabei participando da primeira versão de “A Grande Família”. Em seguida, recebi um recado de Chico Anysio, que me convidou para o elenco de seus programas”. 

Seu tempo no humor não durou muito. Certo dia, Chico lhe chama novamente para avisa-la que não faria mais parte de suas produções. “Eu fiquei desesperada, precisava do cachê para sobreviver. Mas era uma brincadeira, ele me disse que eu iria pra uma novela. Jamais poderia imaginar”, se diverte. 

Após um teste bem-sucedido, Françoise fez sua primeira telenovela “Fogo Sobre Terra”. A partir daí, foram muitos os trabalhos, mas foi em “Estúpido Cupido” que a atriz descobriu o poder da TV. “Houve um episódio, durante a novela, que praticamente me arremessaram para o ônibus onde eu precisava chegar. Eram milhares de pessoas querendo nos ver e falar conosco”, conta aos risos. 

DANÇA, CANTO E AMOR PELA PROFISSÃO

A dança e o canto sempre foram paixões presentes na história da atriz. Em 2013, Françoise fez sua primeira parceria com texto de Artur Xexéu, produção de Eduardo Barata e divisão de palco com Aloísio de Abreu, estreando o espetáculo Nós Sempre Teremos Paris. Sucesso de público e crítica, a parceria se retomou em 2018, com Minha Vida Daria Um Bolero. “Trabalhar com Xexéo, Eduardo e Aloísio é muito especial pra mim e levar esse espetáculo a BH era um desejo de todos nós”, ressalta. 

Forton revela, ainda, um carinho especial pelos mineiros. “Meu primeiro diretor, ainda em Brasília, foi o Donato Donati, que era mineiro e por quem eu tinha grande afeto”. Por fim, sobre novos projetos, Françoise brinca, “não vou dar spoiler, mas quero muito fazer um próximo trabalho com essa equipe maravilhosa, mas isso a gente vai saber mais pra frente”, risos.  

Saiba tudo sobre o espetáculo de Françoise Forton na nossa Agenda.

Comentários