FecharX

Então, Brilha! muda repertório, local e temática do desfile de 2019

Como de costume o bloco vai se concentrar antes do sol nascer


Créditos da imagem: André Paiva
Main entao brilha foto andr%c3%a9 paiva
Redação Sou BH
18/02 às 16:54
Atualizado em 25/02 às 21:39

O bloco Então, Brilha! prepara um cortejo com novos ares para 2019. Começando pela temática que vai exaltar a sociedade marginalizada, a defesa pelo direitos civis, igualdade social e as liberdades democráticas. Outra novidade é o local da concentração: neste ano o ponto de encontro será na avenida do Contorno com a rua Curitiba, no dia 2 de março ainda na madrugada. De lá, o bloco seguirá para a avenida dos Andradas assim que o sol raiar. 

Foi por meio do projeto Escola Brilhante de Artes, trabalho feito com os moradores do Aglomerado da Serra e da Vila Acaba Mundo, que surgiu essa nova temática. E o movimento começa com a integração dos alunos das comunidades ao coro e à ala da bateria – que também terá uma cor nova, mantida em clima de suspense. 

Outra mudança é a ampliação do repertório, que agora vai misturar o axé e clássicos de tradição a outros ritmos da música brasileira, incluindo o funk, introduzido na bateria por influência das comunidades. Entre as canções estão “Alagados” (Os Paralamas do Sucesso), que fala da realidade das favelas; “A Serra Resiste”, de autoria de PV, regente do bloco Seu Vizinho, do Aglomerado da Serra; dentre outros temas que falam da transformação.

O cortejo também vai contar com a participação de dez crianças da cidade de Buritizeiro, no norte de Minas, de cantores e músicos da periferia de Belo Horizonte e de bailarinos de funk do Centro Cultural Lá da Favelinha (Aglomerado da Serra), um dos parceiros do “Então, Brilha!” na Escola Brilhante, ao lado da Associação Cultural Querubins (Vila Acaba Mundo), da Associação dos Moradores da Vila Acaba Mundo e da ONG Casa de Gentil (Raposos).

O cortejo ainda promete atrações surpresas coloridas e brilhantes vindas do céu.

História

Fundado em 2010, como ala, e como bloco, em 2012, o “Então, Brilha!” está intrinsecamente ligado ao renascimento do Carnaval de rua de Belo Horizonte. Até 2018, a concentração se iniciava por volta de 5h na rua Guaicurus, polo boêmio no centro da cidade, e seguia, a partir das 7h, para a Praça da Estação. Sob a bandeira da diversidade e da inclusão de minorias, o cortejo ficou famoso por levar às ruas um repertório basicamente baiano, a exemplo das bandas Eva, Olodum e Timbalada e do axé de Daniela Mercury, Bell Marques e Ivete Sangalo, com direito a trio elétrico. A festa é marcada por muito paetê, glitter e purpurina e a multidão de foliões vestida de rosa e dourado. O nome “Então, Brilha!”, aliás, é uma citação do poeta russo Vladimir Maiakovski: “Brilhar pra sempre / brilhar como um farol / brilhar com brilho eterno / gente é pra brilhar”.

Acompanhe a cobertura do carnaval de Belo Horizonte no Sou BH com patrocínio do banco BS2 e apoio da Claro.

Tags:
  • desfile
  • blocosderua
  • entaobrilha
  • carnaval
  • carnavalizabh
  • carnaval2019
  • soubhnocarnaval
Comentários

Comentários