FecharX

Conheça o bioglitter: a opção sustentável para brilhar no carnaval de BH

O glitter biodegradável ganhou seu espaço na capital e diferentes marcas e lojas estão aderindo à moda


Créditos da imagem: Drika de Oliveira + Uarlen Valério
Main e8a473049906dc7ead43492c3aef2e54
Júlia Alves
07/02 às 19:42
Atualizado em 07/02 às 19:43

A época de jogar glitter no corpo – também conhecida como carnaval – está chegando! E os foliões, que só se preocupavam em ficar brilhantes até a festa de 2020, estão trazendo a pauta ambiental para a folia na forma do bioglitter, ou glitter biodegradável. Febre no Brasil todo, em BH, esta versão também está conquistando seu mercado com algumas opções para quem quer se ‘purpurinar’ de forma sustentável.


Feito de pequenas partículas de plástico, o glitter tradicional pode ser nocivo para a vida marinha de todo o planeta. Então, quando você lava o corpo depois de um dia de folia, os pequenos grãos de cerca de 5 milímetros, chamados de ‘microplástico’, vão parar no oceano, contaminando diversos ecossistemas. Agora, imagina isso multiplicado pelo número de pessoas usando glitter nos carnavais de uma vida inteira. Dá muita coisa, né?


Uma solução brilhante


Mas não se desespere, seu carnaval pode continuar cheio de purpurina. O glitter biodegradável ganhou seu espaço e, aqui mesmo em BH, diversas marcas e lojas estão aderindo à moda. A É pra Brilhar é uma delas. Criada pela estudante de Design Adrielle de Oliveira, que vende glitter comum há três anos, a loja online está recebendo muita demanda pelo bioglitter desde o ano passado. Como comprar estava um pouco fora do orçamento, Drika, como é conhecida, resolveu colocar a mão na massa.


“Comprar o bioglitter estava muito caro e complicado. Então, comecei a pesquisar como fazer. Testei por seis meses no ano passado, entre acertos e erros, descobri a melhor fórmula e estou vendendo para o carnaval deste ano”, comenta a estudante.



Foto: Uarlen Valério


Alga, corante alimentício e pó mineral são alguns dos ingredientes. Drika conta com 20 cores tradicionais, além de seis tons de neon e um furta-cor. Pelo diferencial do número de cores e uma maior preocupação com a poluição ambiental, a belo-horizontina está cheia de pedidos. “A procura está bem grande, muito maior que a do glitter comum. As pessoas estão se mostrando mais conscientes e preocupadas com o meio ambiente. Estou me preparando para uma demanda bem alta, principalmente porque fevereiro já começou com tudo”, conta Adrielle.


Os tubinhos coloridos da Drika podem ser encomendados pelas redes sociais da marca, ou comprados nas lojas físicas: Dandara Colabora, Sair do Casulo, Armazém do Campo, Loja Nusga, Brotô e Colab. Um frasco de duas gramas sai por R$ 6, já por dois tubinhos rola uma promoção, sendo dois por R$ 10.


Mais glitter, por favor!


Para quem quer mais opções para o estoque de brilhos, existem outras lojas e marcas que vendem online e entregam seus produtinhos para Belo Horizonte. Com diversas versões do glitter, as lojas ainda contam com outros produtos para a sua sede de carnaval e o seu amor pelo brilho. Confira:


Pura Bioglitter

Caminito

Shock

Glitra

Brilhow

Zim Color

Tags:
  • sustentável
  • meio ambiente
  • biodegradável
  • bioglitter
  • glitter
  • soubhnocarnaval
  • Carnaval BH
  • carnaval
Comentários

Comentários