FecharX

Cine Theatro Brasil tem história e memória registrada em livro digital

A obra gratuita narra, em textos, fotografias e documentos, a trajetória de um dos mais importantes símbolos de arte e cultura mineira


Créditos da imagem: Ricardo Laf
Main cine theatro brasil vallourec   ricardo laf
Redação Sou BH
08/10 às 11:00
Atualizado em 08/10 às 11:00

Um gigante no coração de Belo Horizonte vai ter sua história e memória registrada em livro a partir desta terça-feira (8). O Cine Theatro Brasil Vallourec, patrimônio e referência cultural, artística e arquitetônica da capital mineira, acaba de lançar a primeira edição do livro Na Cultura e na Memória da Cidade. 

A obra é fruto da pesquisa histórica e detalhada de Vanessa Viegas Conrado e Luciana Ferron. Com pouco mais de 200 páginas, ele relata em forma de textos, fotografias e documentos um emocionante encontro das pessoas com este patrimônio.

Fundado em 1932 para ser um espaço democrático, foi a primeira edificação no estilo Art Decó de Belo Horizonte. Ao longo de 87 anos, o espaço mudou e integrou a vida de muitas pessoas com sua programação quase ininterrupta e tem muita história para contar. Já foi um cinema, teatro, teve um restaurante, um bar, lojas, consultórios e escritórios, sediou bailes de carnaval, formaturas, concursos musicais e programa de TV.

Reinaugurado em 2013 após uma cuidadosa restauração, o antigo e maior cinema do país tornou-se referência na vida cultural e social dos moradores da capital que, por várias gerações, criam um importante vínculo afetivo com o espaço.

Para o presidente executivo da Fundação Sidertube e da Associação Cine Theatro Brasil Vallourec, Dênio Leonel da Mata, o Cine foi pioneiro ao revolucionar a cultura de massa, a arquitetura e a engenharia mineira. Segundo ele, um espaço que foi tão marcante e significativo para a cidade não pode deixar de ser sempre lembrado. “Preservar a memória acolhe os valores do presente, resgata o passado e serve de base firme para a construção do futuro”, comenta.

O livro já está disponível gratuitamente para download no site do Cine Theatro Brasil Valourec. Por lá, o público pode folhear a versão virtual, que também conta com opções traduzidas para o inglês e em braile. Já o material impresso é limitado e será distribuído para bibliotecas públicas, centros culturais, escolas de arte, de arquitetura e de engenharia, além de parceiros, formadores de opinião e imprensa.

Comentários