FecharX
Créditos da imagem:

Tradicional em Belo Horizonte, o Mercado Central é umas paradas obrigatórias da capital mineira. Além de ser parte essencial da história de Belo Horizonte, o mercado reflete aspectos culturais e sociais da identidade da cidade. Lá, encontra-se de tudo um pouco. De especiarias a artesanatos, de serviços como cabeleireiro a peças de eletrodomésticos antigos.

Com mais de 80 anos de história, o Mercado é hoje uma referência em centro de compras da capital mineira. São mais de 450 lojas como bancas de comidas típicas, queijarias, açougues, vendas de biscoitos caseiros, artesanato, bares e restaurantes. Isso tudo, sem mencionar os serviços de bancos, barbearia e estacionamento. Dentre os produtos mais procurados estão a goiabada, a cachaça da roça e o famoso queijo minas.

Diariamente, o mercado recebe 30 mil visitantes, número que quase dobra aos sábados e domingos, podendo ser ainda maior em dia de eventos. Entre eles, há turistas procurando delícias tipicamente mineiras, além dos moradores fazendo compras para abastecer suas casas.  

Ao passar pelos corredores temáticos do Mercado Central, é possível degustar comidas típicas, assistir manifestações artísticas, ver artesãos criando novas peças... enfim, viver um pouco da atmosfera mineira. Simples e rica, Belo Horizonte traduz muito de si nas bancas e corredores do Mercado Central. Um lugar imperdível, para turistas, moradores e admiradores da região.

Os bares das entradas laterais lotam nos finais de semana, quando se transformam em ponto de encontro para moradores da capital mineira, disputando um lugar para comer tira-gosto de carne acebolada ou lingüiça e a cerveja sempre gelada.

No entorno do Mercado é possível visitar estabelecimentos culturais e comerciais muito importantes na história de BH, como o MinascentroMemorial da Imprensa, Polo da Moda no Barro Preto, Centro de Referência da Moda, Centro Municipal de Referência do Artesanato, Diamond Mall e o Shopping Cidade.

Leia mais sobre o Mercado nas matérias "Por dentro do Mercado Central" e "8 curiosidades sobre a história do Mercado Central".

Continua depois da publicidade
Reportar erro
Encontrou algum erro? Informe para a gente.